quarta-feira, 27 de abril de 2011

Advogado de comerciante, autor de disparo contra menores assaltantes em caratinga, alega legítima defesa


última modificação 27/04/2011 
Advogado defende: “Aroldo disparou contra os menores para se defender e proteger a vida do irmão”. De acordo ainda com Dário Júnior, o comerciante tem porte e registro da arma de fogo utilizada nos disparos
Na tarde desta quarta-feira (27/04), Dário Júnior, advogado dos comerciantes Fernando Ribeiro dos Santos e Aroldo Gonçalves dos Santos, atendeu a imprensa para falar sobre qual será a defesa de Aroldo, que durante o assalto acabou matando um menor de 13 anos e ferindo outros dois. O advogado informou qual é a versão dos comerciantes. “Eles não reagiram durante o assalto. Os menores que começaram a atirar nas vítimas, foi então que Aroldo pegou a arma e se defendeu e protegeu a vida do irmão, relata Dário Júnior.

Segundo Dário Junior a alegação principal será que Aroldo agiu em legitima defesa. A arma utilizada para atirar nos menores pertence ao comerciante. Segundo o advogado, o proprietário tem posse e o registro da arma. Por sair do flagrante, Aroldo deverá responder o processo em liberdade.

E enfatiza que dependendo dos resultados da Justiça durante o processo, Aroldo poderá não ser submetido a um julgamento. “Ainda é muito cedo para afirmar isso. Mas como está muito claro de que se tratou de legítima defesa, durante o processo o Juiz poderá entender de que não há necessidade de Aroldo ser submetido a um Tribunal do Juri".


..::DEIXE SEU COMENTÁRIO::..

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores