quarta-feira, 27 de abril de 2011

Morte em tentativa de assalto na Travessa João Coutinho, no centro de caratinga

Menor de 13 anos morre em tentativa de assalto, dois ficam feridos e um consegue fugir


CARATINGA – A população ficou em choque na manhã de hoje quando várias pessoas saiam para o trabalho e depararam com um menor morto por disparos de arma de fogo, todo ensanguentado na calçada do “Mercadinho dos Meninos”, na Travessa João Coutinho, no centro da cidade. 
Quatro menores encapuzados e armados chegaram por volta das 6h30 no mercadinho, quando os irmãos Aroldo e Fernando Ribeiro dos Santos estavam chegando em sua Kombi, placa GPN-8347, carregada com verduras para colocar nas bancas do estabelecimento comercial. Os menores anunciaram o assalto, fecharam as portas do mercadinho, começaram a pedir dinheiro e um deles desferiu várias coronhadas de revólver em Fernando. Outros três ficaram com Aroldo no caixa ameaçando-o de morte caso não entregasse tudo o que queriam. 
O menor Artur Ricardo Braz Mariano Castro, de 13 anos entrou em luta corporal com Fernando. Para defender o irmão, Aroldo pegou uma pistola 380, de sua propriedade e atirou contra o menor, que morreu no local. Os menores, K. P. C., 15 anos, residente no Bairro Santa Cruz e M. T. P., 16 , que mora no centro, também ficaram feridos e foram socorridos pelo Corpo de Bombeiros Voluntários para o Pronto Atendimento Municipal. Um quarto menor, ainda não identificado, conseguiu fugir. 
Segundo o coordenador do PAM, Wolney Aguilar, M. levou um tiro na cabeça e outro na mão, e está em estado grave. K., foi atingido por dois tiros que transpassaram um braço e deve ter alta ainda hoje. 
O comerciante Aroldo que efetuou os disparos fugiu do flagrante, mas segundo a Polícia Militar deve se apresentar nas próximas 48 horas. O outro comerciante, Fernando saiu escoltado do PAM pela Polícia Militar, depois de ser atendido por um médico plantonista, com ferimentos na cabeça provocados por coronhadas e foi levado à delegacia para prestar depoimento. 
A Polícia Civil deve abrir inquérito para apurar o caso. 

      


..::DEIXE SEU COMENTÁRIO::..

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores