quinta-feira, 24 de março de 2011

Jô Soares cai da cadeira durante seu programa

Apresentador sofreu queda em atração desta quarta (23) durante entrevista

Nem Jô Soares foi poupado dos imprevistos que acontecem em um programa de TV.

Durante a exibição da atração do humorista na noite desta quarta (23), ele caiu literalmente de sua cadeira enquanto entrevistava o dono do site Kibe Loco, Antonio Pedro Tabet.

Por estranhar o fato de sua cadeira estar balançando, o apresentador afirmou que o local onde estava sentado deveria estar quebrado.

- Quase caí duas vezes.

Logo depois, um rapaz da produção agachou ao lado dele para verificar o que estava acontecendo. Ao olhar para o homem, Jô cai e desaparece atrás de sua bancada de entrevista.

Após a queda, uma nova cadeira foi colocada no lugar, e Jô advertiu Tabet, que tentou fotografá-lo.

- É proibido tirar fotografia.

Assista ao vídeo: 




Justiça decreta prisão preventiva de PMs que balearam adolescente


Câmeras registraram momento em que jovem é atacado em Manaus.
Adolescente foi incluído no Programa de Proteção a Testemunhas.

Do G1, com informações do Jornal Nacional
A Justiça do Amazonas decretou a prisão preventiva de sete policiais militares queatacaram um adolescente de 14 anos em Manaus. O crime aconteceu no ano passado.
As imagens de um circuito de vigilância mostram o momento em que o adolescente é cercado por homens da unidade tática da Polícia Militar. Mesmo desarmado e sem esboçar qualquer reação, ele é baleado.
Ao todo, foram cinco disparos: quatro no tórax e um na mão. O menor disse que só não foi executado no muro da casa onde morava porque outro policial impediu.
O crime ocorreu no ano passado e chegou ao conhecimento das autoridades em fevereiro. Somente nesta semana, depois que a denúncia veio a público, o Comando da Polícia Militar decidiu afastar os envolvidos.
No início da noite desta quinta-feira (24), a Justiça decretou a prisão preventiva dos policiais, que podem ser expulsos da corporação.
O adolescente foi incluído com a família no Programa de Proteção a Testemunhas. A violência policial no Amazonas motivou notas de repúdio da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República e do Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente.



Bebê dado como morto aparece vivo em hospital em Pernambuco, diz avó


Família diz que foi informada da suposta morte da criança por funcionário.
Hospital nega e diz que adolescente visitava a filha até semana passada.

Luciana RossettoDo G1, em São Paulo
Um mês depois de ter recebido a notícia da morte da neta recém-nascida, a dona-de-casa Joana Darc Gonçalves, de 36 anos, teve uma surpresa nesta quinta-feira (24). O Hospital Dom Malan, em Petrolina (PE), comunicou à família que a menina estava viva no berçário da instituição.
A filha de Joana, uma adolescente de 16 anos, deu à luz uma menina no dia 19 de fevereiro. A criança nasceu aos seis meses e com dificuldade para respirar, sendo encaminhada para o berçário do hospital. No dia seguinte, a adolescente teve alta e disse à família que foi informada por um funcionário que a menina havia morrido.
Falaram que abandonamos a menina no hospital. Passou mais de um mês e ninguém nos procurou. Eles erraram"
Joana Darc Gonçalves, dona-de-casa
“Hoje, eles ligaram para o posto de saúde dizendo que minha filha tinha abandonado a criança no hospital. Eu fui lá e minha neta estava viva mesmo. Minha filha agora ficou lá com o bebê”, disse a dona-de-casa. “A gente não esperava por uma coisa dessas, mas foi uma notícia boa saber que minha neta está viva.”
Segundo Joana, a família ficou em choque com a morte da criança e muito preocupada com o estado de saúde da adolescente, que estaria se recusando a sair de casa, com depressão e com vergonha de ir para a escola porque perdeu o bebê.
“Eu estava tão preocupada porque minha filha estava sofrendo, que nem lembrei de pedir a papelada para enterrar minha neta. Fiquei tão atordoada que também não pedi nada para o médico para saber o que tinha acontecido, porque a menina nasceu com baixo peso e fraquinha. Eu sabia que ela tinha morrido, mas nem pensei que tinha que ter procurado o hospital”, disse.

Outro lado
A dona-de-casa reclama da demora do hospital em procurar a família. “Falaram que abandonamos a menina no hospital. Passou mais de um mês e ninguém nos procurou. Eles erraram”, afirmou.
O diretor do Hospital Dom Malan, Marcelo Marques, confirma que a adolescente recebeu alta no dia 20 de fevereiro. “A jovem continuou acompanhando a filha até a semana passada. Ela tirou leite para a criança durante todo esse tempo, até o dia 17 de março, quando parou de ir. Antes, ela estava indo ao berçário regularmente, amamentando o bebê. Pelo prontuário médico, temos a informação de que a mãe sabia que a criança estava viva e vinha ao hospital acompanhá-lo”, afirmou ao G1.
A jovem continuou acompanhando a filha até a semana passada. Ela tirou leite para a criança durante todo esse tempo, até o dia 17 de março, quando parou de ir. "
Marcelo Marques, diretor do hospital
Quando a jovem parou de ir, o hospital teria acionado o Serviço Social para entrar em contato com a família. “O contato foi feito hoje [quinta-feira]. Elas vieram ao hospital e disseram que a jovem falou que o bebê havia morrido. Fizemos uma investigação interna e não identificamos nenhum funcionário que poderia ter dito à adolescente que a criança morreu”, afirmou o diretor.
Para Marques, a jovem tentou esconder da família que a criança sobreviveu. “Nossa preocupação é que a criança seja bem acolhida. Acreditamos a adolescente tenha rejeitado a filha para falar que a menina faleceu. Vamos encaminhar uma assistente social para acompanhar essa família e ajudar essa mãe adolescente a reencontrar seu bebê”, disse.
Sofrimento
Sobre as acusações do hospital, Joana garante que a filha não estava confusa e que viu o sofrimento dela porque achou que a menina tinha morrido.
“Jamais minha filha teria abandonado essa criança. E mesmo que ela não quisesse o bebê, eu já criei tantos filhos, criaria mais um também. Você acha que eu deixaria minha neta largada assim no hospital?”
Joana afirma que não registrou queixa na polícia e não sabe se vai tomar alguma ação contra o hospital. Ela só espera trazer a neta logo para casa. A recém-nascida, que se chamaria Maria Heloísa, vai se chamar Vitória. “Foi uma vitória para ela. O bebezinho sobreviveu sozinho, ficou sem ninguém no hospital, mas tinha família”, disse.


Um homem foi assassinado na MGT 496 em Pirapora

Um homem foi assassinado na MGT 496 em Pirapora. De acordo com a Policia Rodoviaria uma pessoa estaria caida as margens da pista. Quando os policias chegaram verificaram que a vítma estava morta, com dois tiros no rosto. José Dalin Cordeiro de Jesus, 36 anos natural de São Romão, era morador de Vazéa da Palma e tinha um madado de prisão contra ele por tentativa de homicídio. O Corpo foi encaminhado IML de Pirapora. Ainda não há pistas de quem possa ter cometido o crime. 


ULTIMAS CASO SHAOLIN: Humorista já reage a estímulos sonoros e luminosos

Os médicos que cuidam da saúde do humorista afirmaram que na colisão não houve danos cerebrais comprometedores e, por isso, aguardam a reação dele.
shaolin homorista acidente 300x200 Humorista já reage a estímulos sonoros e luminosos
O produtor do humorista Shaolin, Ricardo Santos, em entrevista na tarde desta sexta-feira à “Rádio Paraíba FM”, informou que o quadro do comediante não vem tendo uma evolução muito rápida, mas também não teve piora. Shaolin já reagiu a estímulos sonoros e luminosos.

O humorista, há dois meses, sofreu um grave acidente na BR-230, Alça Sudoeste, no bairro do Mutirão, em Campina Grande (PB). Ele foi internado no Hospital Regional em Campina Grande, mas devido à falta de condições técnicas, foi encaminhado para o Hospital Antonio Targino (HAT), onde ele passou por uma cirurgia cerebral. Logo após, Shaolin foi transferido para o Hospital das Clínicas em São Paulo.
Os médicos que cuidam da saúde do humorista afirmaram que na colisão não houve danos cerebrais comprometedores e, por isso, aguardam a reação dele.


Colisão entre duas motocicletas deixa uma pessoa ferida em caratinga mg

"Foi inevitável," disse o motociclista
Na tarde de ontem (22), uma colisão envolvendo duas motocicletas, na Avenida Moacyr de Mattos em frente ao Coelho Diniz, por volta das 16h30min, deixou uma pessoa ferida.
Uma das motos era conduzida por Felipe Pablo de Faria Soares de 20 anos, e a outra motocicleta por Fabrício Narciso da Silva que não sofreu ferimentos. Felipe foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros Voluntários de Caratinga e encaminhado ao Pronto Atendimento Municipal.
Segundo os bombeiros voluntários, Felipe teve uma suspeita de fratura na clavícula. A colisão foi registrada no momento em que Fabrício iria estacionar sua moto em frente ao supermercado.
“Dei seta para entrar à esquerda. Nesse momento, o motoqueiro que seguia atrás, colidiu com o caixote da moto. Foi inevitável. Não sei se a seta funcionou ou não, e aconteceu o acidente,” contou o Entregador Fabrício.  



Operação “Golpe de Mestre” prende 5 pessoas em caratinga mg

Na manhã desta quinta-feira (24/03) a Polícia Civil desarticulou uma das maiores quadrilhas de estelionato de Caratinga. Outros dois integrantes do esquema estão sendo procurados pelo PC em Ipatinga

Era 5h manhã desta quinta-feira (24/03) e toda a equipe da Polícia Civil estava na porta da Segunda Delegacia Regional Polícia Civil de Caratinga planejando como seria realizada a Operação “Golpe de Mestre”.

Cinco equipes de policiais foram espalhadas em diversos pontos da cidade para a realização da operação que desarticularia uma das maiores quadrilhas de estelionato de Caratinga. Ao todo foram cinco mandados de busca e apreensão e sete mandados de prisão preventiva.

O jornalismo do Super Canal acompanhou uma das equipes que estava sendo conduzida pelos delegados Almir Lugon, Ivan Lopes Sales e o delegado Regional Gilberto Simão de Melo. A primeira abordagem aconteceu em uma casa localizada na Rua Diamantina, número 165, no Bairro Santa Cruz. Quando chegamos no local, a Policia Civil abordou Luciano dos Santos Barbosa. Ele negou participação na quadrilha, ficou bastante alterado e teve que ser algemado pelos policiais.

Não foram permitidas imagens da revista de policiais civis na casa de Luciano, mas nossa equipe acompanhou tudo de perto. Na casa dele a policiais encontraram oito munições ainda na embalagem, cheques e notas promissórias que a polícia acredita que foram utilizados na aplicação de golpes de esquemas da quadrilha. Já na casa ao lado a polícia cumpriu mais dois mandados de busca e apreensão. Márcio de Santos Barbosa e a esposa Maria Onofre Lurdes Lopes e Faria foram presos também por envolvimento no esquema. Na casa do casal a polícia apreendeu dois computadores, R$ 2,300 em dinheiro, cheques, notas promissórias e documentos de Sirlene Pereira da Silva, que segundo a polícia também é suspeita de fazer parte da quadrilha.

A VERSÃO DE UM DOS AUTORES

Nossa equipe conversou com Márcio, um dos acusados de cometer o crime. Ele negou qualquer participação na quadrilha. “Eu não sei de nada. Não entendo porque fui preso. Eu compro mercadorias e revendo sim. Sou comerciante, mas não estou envolvido com isso não”, se defende Márcio. 

Quando perguntamos por que os documentos de Sirlene, suspeita de envolvimento no esquema, estava na casa dele, Márcio não soube justificar qual a relação dele e da esposa com a suspeita. “Minha esposa trabalhava para ela, só isso. Sirlene é dona da empresa em que eu compro mercadorias”, alega Márcio.

Quanto aos R$ 2,300 encontrados em sua casa. Márcio alega que é dele, mas que o dinheiro foi adquirido através de compra e venda de café.

ENTENDA COMO A QUADRILHA APLICAVA GOLPES NA REGIÃO

Outras duas pessoas foram presas pela polícia civil também acusadas de participação no esquema. Carlos Castilho Genelhú e Rogério Alves dos Santos. Segundo o delegado Fernando Lima, a quadrilha criou duas empresas, chamadas de CP da Silva e Comercial Campos do ramo material de informática e produtos agrícolas. Através do CNPJ das empresas foram criadas diversas contas bancárias. A quadrilha usava cheques sem fundos para comprar mercadorias e revendia os produtos, aplicando golpes em empresários de Caratinga e Ipatinga. “A empresa CP da Silva fornecia os cheques sem fundo para compra destas mercadorias e revendia. A outra empresa, Comercial Campos foi criada apenas para dar boas referências sobre a CP da Silva. As investigações foram iniciadas a partir do momento em que os clientes procuraram a delegacia para denunciar os cheques sem fundo” explica o delegado. 

O sítio de Márcio próximo ao distrito de Santa Luzia também foi revistado por policiais civis. De acordo com o delegado o prejuízo de golpes da quadrilha na região é de aproximadamente R$ 60,00. Ainda nesta quinta-feira, policiais civis cumprirão mandado de busca e apreensão de Sirlene. Com ela a polícia também pretende prender Lorival de Souza Rodrigues, mais um integrante da quadrilha. Segundo o Delegado após três meses de investigação, a polícia pretende pedir a justiça de prisão preventiva dos autores.



APAC de Caratinga é assaltada. Três homens foram presos

Segundo o que consta no boletim da polícia, a entrada teria sido facilitada por um dos recuperandos. Os autores empreenderam fuga, mas após intenso rastreamento, eles capturados pela polícia
A Polícia Militar prendeu três homens acusados de assaltar a Associação de Proteção e Assistência aos Condenados ou APAC, no Córrego dos Bias, zona rural de Caratinga. O roubo aconteceu por volta das 22 horas de ontem (22). Os assaltantes levaram dois veículos e diversos pertences das vítimas.
De acordo com o boletim de ocorrência, Rogério José Leles Sampaio de 25 anos, plantonista da APAC, foi abordado, rendido e ameaçado com uma barra de ferro pelos recuperandos Rondinei de Jesus Souza de 20 anos, e Abdios Soares Botelho de 28. Depois de render o plantonista, os autores entraram no centro de recuperação e roubaram duas motocicletas, capacetes, celulares, um rádio de comunicação e chaves das celas.
Após o roubo, os dois autores empreenderam fuga nas motos roubadas em direção a Caratinga. A PM realizou um rastreamento pela cidade, e conseguiu localizá-los e abordá-los com os materiais roubados. Ainda segundo o que consta no boletim da polícia, a entrada teria sido facilitada pelo recuperando Ismael Machado Cândido de 22 anos, que também teria fornecido a barra de ferro para a prática do crime.
Os veículos foram removidos para o Pátio da Fervel e todos os pertences  das vítimas recuperados. Os três homens foram encaminhados à 2ª Delegacia Regional de Polícia Civil onde foram autuados por roubo.




Mais uma família é vitima de incêndio, desta vez no bairro Esperança em caratinga mg

Na casa moravam uma mulher e cinco crianças. Ninguém ficou ferido e as causas do incêndio ainda serão investigadas

O incêndio aconteceu em uma casa localizada na Rua Antônio Saturnino, conhecida como Rua da Cadeia no Bairro Esperança. Nossa equipe observou os estragos causados pelo incêndio pelo terraço de uma casa ao lado da residência atingida pelas chamas.

O fogo que começou na noite desta terça-feira (22/03) e se estendeu pela madrugada desta quarta-feira (23/03). De cima dava para ter uma visão ampla do que o fogo atingiu. A casa ficou totalmente destruída. O jornalismo do Super Canal não conseguiu entrar em contato com os moradores do local, que segundo vizinhos, estão abrigados na casa de parentes no bairro Limoeiro.

Segundo bombeiros, a mulher que morava na casa é Thalina Silva Moura de 26 anos. Apesar da destruição causada pelo fogo, ninguém ficou ferido. De acordo com bombeiros, a família estava em casa no momento em que o incêndio começou. Foram mais de três horas para controlar o fogo.

Este já o terceiro incêndio registrado somente neste ano de 2011. No dia 20 de janeiro, um imóvel localizado na Travessa José Martins Guimarães no bairro Santo Antonio, pegou fogo. Os moradores do local ficaram desesperados. Os bombeiros de Caratinga demoraram horas para controlar o fogo. Outro incêndio que comoveu a população de Caratinga aconteceu em fevereiro. Ronilza morava em uma casa localizada na Rua Coronel Chiquinho, no Morro da Antena. Ninguém ficou ferido, mas parte da casa ficou totalmente destruída. Segundo bombeiros é importante tomar alguns cuidados para prevenção de incêndios.
  


Acidente com caminhão, deixa Br-116 interditada desde de ontem perto de Catuji

A Br-116 está parcialmente interditada desde a meia noite por causa de um caminhão carregado de carvão que tombou perto de Catuji, no Vale do Mucuri. E de acordo com a Polícia Rodoviária Federal, parte da carga se espalhou pela pista. Ainda segundo a Polícia, o tráfego no local é feito em meia pista. O motorista do caminhão, André Luiz Teixeira dos Santos, de 28 anos, teve ferimentos e foi levado para o hospital municipal de Teófilo Otoni.


Imagens mostram policiais atirando e agredindo adolescente em Manaus


Imagens divulgadas na Internet mostram policiais militares da Força Tática de Manaus humilhando, agredindo e atirando contra um adolescente de 14 anos. O crime ocorreu na madrugada do dia 17 de agosto de 2010, no bairro Amazonino Mendes, Zona Norte da capital do Amazonas.

As imagens foram gravadas pela câmera de segurança de uma empresa próxima ao local e entregue às autoridades, mas só foram divulgadas ao público nesta semana. A investigação chegou ao adolescente de 14 anos, que aparece no vídeo sendo acuado e baleado à queima-roupa. Segundo sites de notícias locais, apesar de ter levado três tiros de pistola PT.40, ele sobreviveu, mas fugiu do bairro com a família por medo dos policiais.

As imagens e os dados obtidos na apuração foram entregues ao Ministério Público Estadual (MPE) e resultaram em uma investigação coordenada pelo Centro de Apoio Operacional de Combate ao Crime Organizado (Cao-Crimo).

Veja as imagens postadas por um site local no Youtube:


O caso
De acordo com as imagens, na madrugada de 17 de agosto de 2010, policiais militares da Força Tática (FT) paravam as pessoas que passavam pelo bairro. De repente, um dos cinco PMs analisa minuciosamente uma arma, que é passada a outro policial. Surge um garoto de camisa vermelha e bermuda clara. Começa a sessão de violência e tortura psicológica.

O garoto tem um cordão e uma pulseira arrancados na marra, leva um soco, é cercado pelos policiais que sacam suas pistolas. Desarmado, ele fica acuado entre o muro e os PMs. Uma arma é apontada para seu rosto. O menino empurra o cano do revólver e tenta se esquivar. O PM se aproxima, olha para os lados, aponta e atira no tórax do menino.

O tiro de pistola PT.40 é à queima-roupa e atinge o menino na barriga. Ele tenta fugir da mira do PM, que o segue e atira novamente. Mesmo baleado o adolescente ainda se mantém de pé. Quando o policial se preparava para dar um tiro de misericórdia, surge um outro PM que atira entre o soldado e o garoto ferido.

Em sua defesa, os policiais disseram que o adolescente era “soldado do tráfico” e que atiraram para se defender, pois tinham sido recebidos a tiros.
 
Comentários


Dono de pousada onde casal de universitários morreu presta depoimento


Se confirmada que a estrutura física do chalé era inadequada e que houve negligência da pousada, ele poderá ser indiciado por homicídio culposo


ARQUIVO PESSOAL/FACEBOOK
Gustavo Lage Caldeira Ribeiro e Alessandra Paolinelli
Casal de namorados foi encontrado morto em uma pousada de Brumadinho
O empresário Luciano Drumond, um dos proprietários da Pousada Estalagem do Mirante, em Brumadinho, na Grande BH, prestou depoimento na manhã desta quinta-feira (24) no Departamento de Investigações (D.I.). Luciano chegou por volta das 10 horas acompanhado de dois advogados, preferiu não falar com a imprensa e foi ouvido pela delegada Elenice Ferreira, da Homicídios Sul.


À tarde, a recepcionista da pousada onde o casal Alessandra Paolinelli, 22 anos, e Gustavo Lage, 23, foi encontrado morto, também deve ser ouvida. Os depoimentos da camareira e do gerente do estabelecimento estão marcados para sexta-feira (25). Se confirmada que a estrutura física do chalé não era adequada e que houve negligência por parte da pousada, o que teria provocado a morte do casal, Luciano Drumond poderá ser indiciado por homicídio culposo, com pena que varia de 1 a 3 anos de detenção.

De acordo com a delegada Elenice Ferreira, o objetivo é obter informações para esclarecer o que provocou a morte do casal. O dois se hospedaram na pousada na tarde do último dia 15 para comemorar um ano de namoro e foram encontrados mortos pela polícia na manhã do dia 17.

O laudo toxicológico, divulgado pelo Instituto Médico-Legal (IML) de Belo Horizonte, acusou alta taxa de monóxido de carbonos (carboxihemoglobina) no sangue dos dois jovens - 68% em Gustavo e 62% em Alessandra. Uma das hipóteses investigadas é de que os jovens tenham morrido intoxicados após inalarem monóxido de carbono - gás inodoro e incolor - supostamente liberado na queima da lenha da lareira do chalé. Como estava frio, com portas e janelas fechadas, o casal teria tomado vinho, desmaiado e acabou morrendo intoxicado.

A delegada informou que aguarda o laudo pericial local de engenharia legal que poderá concluir se a lareira estava em bom funcionamento, se havia algum tipo de vazamento, obstrução ou se houve falha de manutenção ou negligência. Amostras da lenha utilizada também estão sob análise.

Uma das hipóteses levantadas seria que a lenha poderia ter recebido algum tipo de tratamento que a tornou tóxica. Essa possibilidade foi descartada pelo professor de Engenharia Florestal da Universidade Federal de Viçosa, José da Costa. O advogado Fernando Júnior, que representa os interesses da pousada, adiantou que a lenha utilizada nas lareiras é de fornecedor certificado.

Na quarta-feira (23), o Governo mineiro anunciou que irá divulgar uma cartilha para pousadas e hotéis sobre a utilização correta de lareiras, tanto à lenha quanto à gas.
 



Seguidores