quinta-feira, 25 de outubro de 2012

Presa quadrilha capixaba de roubos de carga

Agiu em Martins Soares


Uma quadrilha foi presa em Ibatiba (ES) suspeita de roubar cargas de cigarros, veículos e eletrônicos foi presa, na quinta-feira (18), por policiais civis que atuam na Superintendência de Polícia do Interior (SPI). As investigações começaram há aproximadamente 30 dias e, com o apoio do serviço de inteligência, os policiais descobriram que a quadrilha agia no Espírito Santo, em Minas Gerais e no Rio de Janeiro.
G. S. C., 28 anos e J. G. A., 26 anos, eram os que indicavam os alvos nos estados do Rio de Janeiro e Minas Gerais. Faziam parte da quadrilha C. H. S., 40 anos, W. C. E., 29 anos e ainda os indivíduos identificados apenas como E. e P.
Na tarde da última quarta-feira (17), em Venda Nova do Imigrante, J., G., C.H. e V. roubaram um caminhão baú com 159 caixas de cigarro. No entanto, só uma parte da carga foi levada pela quadrilha, que desistiu do restante quando o alarme foi disparado.
Após saberem do fato, policiais da DP de Venda Nova do Imigrante iniciaram as diligências e, por volta das 05 horas da manhã, identificaram o local onde G. e C.H. estariam escondidos na cidade de Ibatiba.  A polícia descobriu que G. e C. H. estavam saindo para ajudar outros dois acusados que também haviam participado do roubo e tinham sofrido um acidente automobilístico quando seguiam para o Rio de Janeiro. Neste momento, deram voz de prisão para os acusados. Acompanhados pelos dois, os policiais seguiram até o local do acidente.
O carro, onde estavam os outros três suspeitos, W., P. e E. caiu em uma ribanceira na região de Pinga Fogo, em Conceição do Castelo. Ao chegarem lá, os policiais efetuaram a prisão de W. Já P. e E. fugiram antes da chegada dos policiais.
Com a quadrilha, os policiais recuperaram, em um galpão na BR 262, em Ibatiba, todo o material roubado pelos acusados, dentre eles a carga de cigarros, os veículos e um revólver.
O último acusado a ser preso foi J. Ele foi detido em sua residência, em Ibatiba. Após a sua prisão foram recuperadas, em um sítio da região, as duas motos que foram roubadas e estavam na carroceria caminhonete.
Prisão e tentativa de fuga
Os acusados foram presos em flagrante e conduzidos à Delegacia de Polícia de Venda Nova do Imigrante.
Enquanto G. era ouvido pela delegada titular da DP Maria Elizabete Zanoli, mesmo estando algemado, G. tentou fugir, mas foi contido com um tiro e está internado.
Todos receberam nota de culpa por roubo qualificado, receptação, formação de quadrilha, adulteração de sinal identificador de veículo automotor, seu componente ou agregado, além de posse de arma.
CRIMES EM MURIAÉ E MARTINS SOARES
Durante as diligências, os policiais descobriram que no mês de setembro a quadrilha roubou uma carga de cigarros na cidade de Muriaé, em Minas Gerais, e na semana seguinte praticou um roubo no município de Macaé, no Rio de Janeiro. Nesse último caso, a quadrilha recebeu apoio do motorista do caminhão roubado.
Em outubro a quadrilha fez três roubos. Dois desses foram no mesmo dia. O primeiro foi na cidade de Muniz Freire, onde os acusados roubaram um veículo tipo furgão, carregado de materiais para Internet, antenas de celular rural, antenas parabólicas e cerca de R$ 5.000,00 que estava no cofre.  O condutor do veículo foi abandonado em Lajinha.  Mais tarde, já na cidade de Martins Soares, a quadrilha roubou outro veículo tipo caminhonete, que transportava na carroceria duas motocicletas, ambas avaliadas em R$ 38.846,34. Para praticar o roubo, os acusados usaram um veículo que possuía placas clonadas e era dirigido por G.
Após esses fatos, a quadrilha ainda tentou roubar um caminhão com uma carga de cigarros, em Venda Nova do Imigrante. No entanto, desistiram, tendo em vista que o veículo estava com escolta armada.
Os policiais descobriram ainda que a quadrilha possuía até uma logística para o transporte das cargas roubadas usando outros veículos roubados, como furgões e caminhonetes, para transportar os materiais.
A operação teve o apoio da Delegacia de Polícia (DP) de Venda Nova do Imigrante e DP de Conceição do Castelo. Os nomes não foram divulgados.
Com informações da Polícia Civil

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores