quinta-feira, 14 de junho de 2012

4G deve chegar ao consumidor até março de 2013, diz diretor da Oi

Empresa de telefonia fez primeiro teste de tecnologia 4G após vencer leilão.
Velocidade para consumidor será em média de 20 megabits por segundo.


O diretor de Engenharia da empresa de telefonia Oi, Luis Alveirinho, afirmou nesta quinta-feira (14), no Rio de Janeiro, que produtos com tecnologia de quarta geração, conhecida como 4G, devem chegar ao mercado até março do ano que vem. “À imagem do que ocorreu na Europa, deve demorar de seis a nove meses para haver lançamento de ofertas comerciais com tecnologia 4G. Acredito que há condições para que isso possa acontecer”, afirmou ao G1.
Na Rio+20, Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, a Oi realizou os primeiros testes com banda larga móvel de quarta geração, após vencer o leilão desta terça (12) para a implantação da tecnologia no Brasil. As empresas Vivo/Telefônica, Claro e Tim também obtiveram no leilão lotes nacionais do 4G.
No computador utilizado para o teste, a velocidade de internet alcançou um pico de cerca de 100 megabits por segundo e uma média de 80 magabits. No entanto, de acordo com a Oi, o consumidor deverá ter acesso a uma média de 20 megabits por segundo, o que representa uma velocidade dez vezes maior do que a oferecida por moldem e celular 3G.
De acordo com a Oi, a tecnologia 3G chega a alcançar 21 megabits por segundo, mas os consumidores costumam ter acesso a velocidade de apenas 2 megabits. “O consumidor terá internet de cinco a dez vezes mais rápida. Vai ser possível ver filme HD no notebook. Teremos mais capacidade, mais velocidade e maior eficiência para aplicativos em tempo real”, afirmou Luis Alverinho.
O diretor de Operações da Oi, José Claudio Moreira Gonçalves, também disse que a tecnologia 4G ampliará a transmissão de dados via internet. “Será possível trafegar dados mais rapidamente, com velocidade muito maior que a possibilitada pelas redes 2G e 3G”, afirmou.
Internet 4G (Foto: Arte/G1)

 


..::DEIXE SEU COMENTÁRIO::..

14/06/2012 13h51 - Atualizado em 14/06/2012 13h51 Justiça condena homem que estuprou menina de 12 anos em ônibus no Rio

Paulo Roberto da Silva Dias foi condenado a 16 anos e 3 meses.
Crime aconteceu no dia 15 de fevereiro.


O juiz Luciano Silva Barreto condenou Paulo Roberto da Silva Dias a 16 anos e 3 meses de prisão por ter estuprado uma menina de 12 anos dentro de um ônibus no Jardim Botânico, na Zona Sul do Rio de Janeiro, como mostrou o RJTV.

O crime aconteceu no dia 15 de fevereiro. Paulo já havia sido condenado a 10 anos por outro crime, estava na condicional, e cometeu o estupro no dia em que deixou o Presídio Ary Franco, em Água Santa.
De acordo com o delegado responsável pelo caso, Fábio Barucke, da 15ª DP (Gávea), o resultado do exame de corpo de delito realizado na vítima não aponta rompimento do hímen da jovem. O delegado revelou ainda que foi constatada uma equimose de cerca de 10 centímetros, espécie de mancha vermelha, próximo à nuca da jovem.
O crimeSegundo relatou a menina, ela foi estuprada na quarta-feira (15), dentro de um ônibus. O homem entrou armado no veículo, da linha 162 (Glória/Leblon), e coagiu a vítima a ir para o último banco do coletivo.
A vítima contou à polícia que estava sozinha no ônibus quando o criminoso entrou, no Leblon, também na Zona Sul. O motorista do veículo só teria percebido o estupro, após ser comunicado por duas passageiras, já no bairro Jardim Botânico.
“Durante o trajeto entre o Leblon e o Jardim Botânico, estavam no ônibus, além do motorista, apenas a menina e o estuprador. Quando entraram outras duas passageiras no Jardim Botânico, elas gritaram, o motorista parou o veículo, e o criminoso fugiu. Testemunhas relataram que ele pegou um ônibus em direção a São Conrado”, detalhou na época Fábio Barucke.
O delegado disse que o ataque durou cerca de 14 minutos. O ônibus possui câmeras de segurança que registraram a entrada e saída do criminoso.


..::DEIXE SEU COMENTÁRIO::..

Feto é encontrado às margens do Anel Rodoviário, no bairro Vila Real I

O feto de uma criança foi encontrado às margens do Anel Rodoviário com a avenida Antônio Carlos, nesta quinta-feira (14). De acordo com os militares do 16º Batalhão da Polícia Militar o feto estava na altura do bairro Vila Real I, na região da Pampulha, no sentido Vitória.
O material deve ser encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML), no bairro Gameleira, na região Oeste da capital. Os trabalhos da perícia poderão indicar o sexo da criança, além do tempo de gestação. Não há informações sobre quem teria dispensado o feto no local e nem mesmo quem seria a mãe do bebê. Ninguém foi preso.


..::DEIXE SEU COMENTÁRIO::..

Jovem é suspeito de tentar matar a mãe em Ipuiúna

Um jovem de 23 anos é acusado de ter tentado matar a mãe durante a noite dessa quarta-feira (13) em Ipuiúna, no Sul de Minas Gerais. O crime foi denunciado pela própria vítima, que é uma doméstica de 47 anos. A mulher foi atingida por três tiros, sendo dois na região do abdome e outro na nuca.
Segundo vizinhos da doméstica informaram aos policiais, o filho dela e mais um homem foram vistos entrando na casa da vítima, no centro da cidade, depois de estacionarem um Honda Civic vermelho na porta da residência. Em seguida, foi ouvido o barulho dos tiros e a polícia foi acionada.
A doméstica foi socorrida e encaminhada à Santa Casa de Ipuiúna. Porém, devido à gravidade do seu estado de saúde, a mulher foi transferida para a Santa Casa de Poços de Caldas.
O jovem foi localizado e detido na cidade de Campestre, onde mora. Durante depoimento, o suspeito negou qualquer envolvimento com o crime. No carro usado na tentativa de homicídio, os policiais encontraram um touca ninja. Até a manhã desta quinta-feira (14), a arma usada na tentativa de homicídio e o comparsa do jovem ainda não haviam sido localizados.
O detido, que já tinha passagens pela polícia, foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil de Poços de Caldas.
A motivação da tentativa de homicídio  ainda é desconhecida.


..::DEIXE SEU COMENTÁRIO::..

Militar suspeito de matar mulher e filha de 13 anos é preso na capital

Foi preso na tarde desta quarta (13) o policial militar Marco Antônio Alves de Lima, 45 anos, suspeito pelo assassinato da mulher e de uma filha de 13 anos no último domingo (10). O cabo estava chegando no 34º Batalhão quando foi surpreendido por militares da corregedoria da PM com o mandado de prisão temporária expedido pela Justiça. A prisão ocorreu por volta das 16 horas.
O militar foi levado para o Departamento de Investigações (DI), no bairro São Cristóvão, e será encaminhado para uma cela do próprio batalhão onde está lotado. Ele responderá pelos crimes na Justiça Comum e ficará detido em regime fechado em uma cela individual - o quartel ainda será definido. 
O delegado Márcio Rocha, da 10ª Delegacia de Homicídios de Ribeirão das Neves, explica que o mandado de prisão temporária, com a validade de 30 dias, foi expedido na terça-feira. "Preferimos não divulgar a informação no dia para que o suspeito não tentasse fugir. Como se trata de militar, encaminhei o documento para a Corregedoria da PM cumpri-lo", destaca.  O pedido foi feito segunda-feira. O delegado trabalha agora com o prazo de 30 dias para concluir o inquérito e remetê-lo à Justiça. 
Conforme o tenente-coronel Fagundes, comandante do 34º BPM, a corregedoria iniciou uma investigação preliminar para apurar a conduta. Após a conclusão do inquérito pela Polícia Civil, será aberto um processo administrativo que pode culminar na expulsão de Marco Antônio da Polícia Militar.

Ouvido e liberado
Na noite de terça (12), Marco Antônio Alves se apresentou na Delegacia de Homicídios, em Ribeirão das Neves, e prestou depoimento. Como o mandado de prisão temporária não estava disponível, ele foi ouvido e liberado. Detalhes do depoimento não foram divulgados.
Crime dentro de casa
No último domingo (10), durante a noite, Lima discutiu com a mulher na residência onde moravam, no bairro Granja de Freitas, em Ribeirão das Neves, por causa de uma conta de telefone no valor de R$ 157. Rosângela foi espancada e o marido usou um revólver calibre 38 para atirar na cabeça dela. A filha de 13 anos, que tentou defender a mãe, também foi baleada e não resistiu aos ferimentos.
Outra filha adolescente, de 16 anos, foi atingida por um tiro na barriga e está internada no CTI do Hospital Risoleta Neves, em Venda Nova. As duas filhas menores não participaram da briga. 
Após o crime, o militar fugiu para uma mata da região e ficou foragido por dois dias. Ele tem mais nove filhos com outras duas mulheres. 
Incêndio
Na tarde de terça (12), um incêndio destruiu a casa onde o policial morava com a mulher e as filhas. Os bombeiros foram acionados e conseguiram evitar que as chamas se alastrassem para residências vizinhas. Não foram encontrados vestígios de combustíveis no local. No entanto, a polícia acredita que o fogo possa ter sido criminoso, em represália aos assassinatos praticados por Lima.As chamas começaram em materiais recicláveis que ficavam jogados no quintal da casa, numa espécie de depósito. Segundo a avô das crianças, Marco Antônio obrigava os filhos a catar garrafas para PET para vender. 


..::DEIXE SEU COMENTÁRIO::..

Adolescente desaparecida teve o coração arrancado por colegas

Garota foi assassinada por ter descoberto que colegas tinham envolvimento com o tráfico de drogas. Assista ao vídeo


REPRODUÇÃO/ TV RECORD
Adolescente desapareceu no dia 26 de maio e foi encontrada morta no dia 7 de junho
Já estão na Vara da Infância e da juventude de São Joaquim de Bicas, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, as duas adolescentes, de 13 e 14 anos, suspeitas de matar com requintes de crueldade a colega Fabíola Santos Correa, de 13. O crime foi descoberto na quinta-feira (7), quando o corpo da vítima foi encontrado na Mata do Japonês, região que faz divisa com o município de Brumadinho, também na RMBH.

De acordo com a Polícia Civil, as garotas teriam atraído a menina até uma mata e deferido várias facadas na garota. Antes de morrer, a adolescente ainda teve o coração arrancado por uma das agressoras. A motivação do crime seria o medo de a vítima contar que as duas suspeitas estavam envolvidas com o esquema de tráfico de drogas na região.

As garotas confessaram o crime após prestarem depoimento na delegacia da cidade. Elas passaram a ser as  principais suspeitas do desaparecimento da adolescente depois que a mãe da menina informou à polícia que ela havia saído com as duas coelgas e desaparecido, no último dia 26.

A mãe de uma das adolescentes passou mal ao saber da participação da filha no crime e sofreu uma parada cardíaca. Ela precisou ser medicada e está internada no hospital municipal de Bicas.

Ainda de acordo com a Polícia Civil, as duas autoras devem cumprir medidas sócio-educativas e podem, inclusive, serem encaminhadas à algum centro de detenção do Estado.
Assista ao vídeo sobre o caso veiculado na TV Record


..::DEIXE SEU COMENTÁRIO::..

Divórcio será gratuito para até 3 mínimos

Processo está sendo realizado pela Defensoria Pública de Minas Gerais, em Belo Horizonte, em parceria com o Cartório de Notas


Pessoas com renda de até três salários mínimos e que não tenham filhos com menos de 18 anos poderão se divorciar ou fazer inventários de graça e sem precisar recorrer a Justiça. O processo está sendo realizado pela Defensoria Pública de Minas Gerais, em Belo Horizonte, em parceria com o Cartório de Notas.

Quem levar a documentação exigida, que inclui documento de identidade oficial, comprovante de renda e outras escrituras relativas ao processo à sede da Defensoria, até o próximo dia 20, concluirá os procedimentos ainda neste mês, no dia 29.

A expectativa inicial, segundo a defensora pública e coordenadora de Família e Sucessões da capital, Ana Cláudia Leroy, é de que sejam atendidas pelo menos 30 pessoas por mês. “Inicialmente fixamos este limite, mas existe a possibilidade de fazermos um aditivo ao termo de cooperação assinado entre as partes, caso a demanda aumente”, afirma.

A Defensoria Pública ainda não tem o balanço de quantas pessoas deram entrada com a documentação no primeiro mês em que estão sendo realizados os processos gratuitamente. No primeiro atendimento, os interessados serão orientados sobre a documentação necessária e, posteriormente, após a entrega dos documentos, será agendado o dia para a assinatura da escritura de divórcio ou inventário.

O programa, realizado pela Defensoria em parceria com o Cartório de Notas, terá duração permanente e acontecerá todos os meses, exceto em janeiro e junho. As ações terão caráter extrajudicial e serão realizadas na sede da própria Defensoria Pública. As assinaturas de divórcios ou inventários serão realizadas na última sexta-feira de cada mês e os interessados em participar deverão se inscrever, pelo menos sete dias antes da data marcada para a assinatura das escrituras.

Interessados podem obter mais informações na sede do órgão, de segunda à quinta-feira, das 8h às 12h, na rua Paracatu, 304, no Barro Preto, Centro-sul de BH.
Para solicitar o divórcio, o casal deve estar de comum acordo e não pode ter dependentes com menos de 18 anos ou incapazes. Os candidatos à realização do inventário também devem seguir as mesmas determinações.



Tags:  divórcio, gratuidade, defensoria


..::DEIXE SEU COMENTÁRIO::..

Vera Fischer revela que fará sexo com mulheres na TV cenas irão ao ar na nova trama de Glória Perez, Salve Jorge

Atriz passou a investir em personagens fortes e contou que cenas irão ao ar na nova trama de Glória Perez, Salve Jorge


AGNEWS
Vera Fischer
Atriz tem mudado o foco e busca por personagens mais complexos


Vera Fischer, que se diz recuperada após passar uma temporada em uma clínica de reabilitação, quer mostrar que deu mesmo a volta por cima. Por isso, agora, tem investido em personagens fortes no teatro e na TV.

Em entrevista ao jornal Extra desta quarta-feira, a atriz afirmou que dará um beijo lésbico nos palcos e que vai gravar cenas de sexo com mulheres para a nova novela de Glória Perez, Salve Jorge (Globo).



Tags:  Vera Fischer, atriz, beijo, lésbica, sexo, novela, Salve Jorge, Glória Perez, Hoje em Dia, TV


..::DEIXE SEU COMENTÁRIO::..

Acidentes automobilísticos próximos a Caratinga. Uma colisão envolvendo uma moto e uma van na MG 492, estrada que dá acesso a Entre Folhas e outro na estrada que dá acesso a Bom Jesus do Galho

última modificação 14/06/2012 08:34
Na quarta-feira uma moto e uma van se colidiram. O outro acidente aconteceu na estrada que dá acesso a Bom Jesus do Galho na manhã de quinta-feira

Uma colisão envolvendo uma moto e uma van foi registrada pelo Corpo de Bombeiros de Caratinga no começo da noite da última quarta-feira na MG 492, estrada que dá acesso a Entre Folhas. O condutor da moto com placa de Inhapim, Marcelo Ferreira Rosa que tem 30 anos de idade foi socorrido pela equipe dos bombeiros. Com ele estava um outro jovem que já havia sido resgatado pela ambulância de Entre Folhas. A van era conduzida por Maurilio Marins Viana, de 47 anos de idade e que nada sofreu. O veiculo tinha placa de Central de Minas. Uma funcionaria que trabalha no PSF de Entre Folhas foi quem acionou os bombeiros.

A manhã desta quinta-feira também foi marcada por mais uma acidente automobilístico próximo a Caratinga, mas desta vez foi na estrada que dá acesso a Bom Jesus do Galho e por sorte ninguém se feriu neste acidente.
Elton seguia de Caratinga para Bom Jesus do Galho. O vendedor faz o mesmo trajeto toda semana e nunca tinha sofrido algum acidente. Ele estava sozinho quando perdeu o controle da direção e veio parar na pista contrária da mão em que trafegava. Com a força do impacto, o vidro da frente do carro foi projetado para o canto da pista. Elton teve apenas um pequeno aranhão no braço esquerdo.
A Polícia Militar Rodoviária registrou a ocorrência, enquanto o guincho retirava o veículo que fico danificado.


..::DEIXE SEU COMENTÁRIO::..

Albert Guilherme de 15 anos é encontrado o Jovem tinha a intenção de fugir de casa

última modificação 14/06/2012 
Albert Guilherme tinha a intenção de fugir de casa, mas foi interceptado por um amigo da família, que somente soube do desaparecimento após assistir reportagem do Super Canal
Jovem de 15 anos é encontrado
  No início da noite de ontem (14/06), o jovem de 15 anos, Albert Guilherme foi encaminhado à casa da mãe e do irmão, no bairro Santa Cruz. A família anunciou seu desaparecimento na última segunda-feira.
Um amigo da família, que preferiu não ser identificado, encontrou o jovem próximo a Itapemirim, às margens da BR 116, em trecho que corta o perímetro urbano. Durante a abordagem, Guilherme desconversou sobre o que estaria fazendo no local e foi quando o amigo lhe convidou para ir a sua casa. Durante a tarde e noite de segunda-feira, o jovem permaneceu na casa, informando que a mãe não estava presente e que não seria necessária ligar para avisá-la sobre onde estava.
Somente na tarde de ontem, enquanto assistia o telejornal Hora de Notícia, da emissora Super Canal, que o amigo percebeu que a família havia denunciado o desaparecimento do menor. No início da noite, ele encaminhou o jovem à casa da mãe e do irmão para se explicar sobre o caso.
Albert Guilherme Braga confirmou à mãe que sua intenção era a de fugir, mas não apresentou os motivos que justificassem tal ato. A mãe acolheu o filho e está em busca de explicações. O jovem havia desaparecido logo após deixar a escola em que estuda, na rua da Cadeia, por volta do meio-dia de segunda-feira. Após 24 horas sem notícia, a família registrou queixa na delegacia de polícia civil e pediu a ajuda de amigos em busca de informações sobre o paradeiro do jovem. 


..::DEIXE SEU COMENTÁRIO::..

Polícia Civil prende três dos acusados de cometer duplo homicídio em Cordeiro de Minas em março deste ano

última modificação 14/06/2012 Fonte: Super Canal
Suspeitos já tinham um mandado de prisão preventiva contra eles, e foram presos após operação da Civil no Vale do Aço. Crime teria sido motivado por um desacerto comercial em relação à compra de veículos
Polícia Civil prende três dos acusados de cometer duplo homicídio em Cordeiro de Minas em março deste ano
Leonardo (à esquerda) e Wesley (à direita) teriam sido mortos a tiros e facadas

A operação desencadeada pela Polícia Civil nesta quarta-feira (13/06), na região do Vale do Aço, objetivou prender os suspeitos de participarem de um duplo assassinato cometido contra Wesley Dias Bedetti, de 36 anos, e Leonardo Martins Silva Pereira, de 31, que moravam em Belo Horizonte. Os dois teriam sido mortos a tiros e facadas em nove de março deste ano. 
Na época, os corpos das vítimas foram encontrados às margens da estrada de Cordeiro de Minas, distrito de Caratinga, em um local próximo à entrada da Lagoa do Piau, a cerca de dois quilômetros do trevo da LMG-759, que liga Ipatinga a Pingo D’Água. Além de serem executadas, as vítimas também estavam com sinais de atropelamento e um deles teve a cabeça dilacerada. 
As vítimas estavam em um veículo Ford Ka placa HGV-0445, com emplacamento em Belo Horizonte, abandonado no local com o porta-malas aberto. O corpo de Leonardo estava caído ao lado do Ford Ka. Já o de Wesley estava a uns 15 metros de distância do veículo. Além de um celular sem chip e documentos pessoais das vítimas, um projétil deflagrado de um revólver calibre 38 também foi recolhido na cena do crime. No dia anterior ao crime, Wesley e Leonardo também estiveram no shopping de Ipatinga. 
Prisão dos acusados. Dois ainda estão foragidos
Segundo informações da Polícia Civil, a operação resultou na prisão de três dos cinco homens acusados de cometer o crime: Wesley, Fernando e Onésio, que estão detidos no Presídio de Caratinga. Os outros dois suspeitos ainda se encontram foragidos. 
Conforme a Civil, Wesley seria o executor, e Fernando o mandante do crime. O duplo homicídio teria sido motivado por um desacerto comercial em relação à compra de veículos. Já que Leonardo trabalhava com compra e venda de carros, e teria ido a Ipatinga em companhia do amigo Wesley cobrar uma pessoa. Motivo pelo qual, eles podem ter sido mortos. 
Já havia um mandado de prisão preventiva contra os três que permanecem presos, e nesta quarta, os policiais civis realizaram mandados de busca e apreensão nas casas dos suspeitos. Na chácara onde Wesley estava residindo, a Civil encontrou um tablete de cocaína e um pequeno tablete de maconha. 
A ação policial também resultou na apreensão de canhotos de cheque em nome de um dos acusados que foram repassados às vítimas, e vão ajudar nas investigações. Ainda de acordo com a polícia, os três suspeitos já foram ouvidos, porém, eles disseram que só falarão em juízo. O inquérito da Civil já está praticamente concluído, e o caso segue sendo investigado.  


..::DEIXE SEU COMENTÁRIO::..

Loja de celular: Claro é assaltada na Avenida Olegário Maciel, no centro de Caratinga

última modificação 13/06/2012 
Assaltantes supostamente armados rendem funcionárias e fogem levando 41 aparelhos celulares. Agora, PM está à procura do homem suspeito de ser o mandante do crime

Eram por volta das nove horas da manhã desta quarta-feira (13/06), quando a Polícia Militar registrou o assalto à mão armada contra uma loja de celular, que fica situada na Avenida Olegário Maciel, no centro da cidade. As funcionárias passaram por momentos de tensão nas mãos dos assaltantes. A ação foi muito rápida, durou cerca de cinco minutos.    
De acordo com uma das atendentes da loja, três homens supostamente armados chegaram ao local, rendendo as cinco funcionárias que estavam no momento do crime, enquanto outro possível comparsa daria cobertura aos outros três do lado de fora. Os suspeitos fugiram levando 41 aparelhos celulares.
O circuito interno de segurança da loja flagrou toda a ação dos assaltantes. Três rapazes, todos usando blusa com capuz, entram e anunciam o assalto. Eles colocam uma bolsa em cima do balcão e vão até as vitrines e começam a retirar as mercadorias. Enquanto os integrantes do roubo ficam na entrada da loja observando a chegada da polícia. Uma das vendedoras é obrigada a ajuda-los a recolher os aparelhos. Logo após, os três pegam a mochila e fogem do local.
As imagens foram analisadas pela PM e serão repassadas à Polícia Civil, que vai abrir um inquérito para investigação do caso. Desde a manhã de hoje, os militares estão e estiveram empenhados em buscas de pistas e informações que pudessem levar aos possíveis assaltantes. Durante os trabalhos da polícia, quatro homens suspeitos foram presos e levados à delegacia.
Dois deles estariam entre os três que assaltaram. Já os outros dois foram flagrados pelos policiais buscando onze dos aparelhos roubados e recuperados em uma trilha atrás da maternidade que dá acesso ao Bairro Anápolis. As mercadorias estavam guardadas dentro de uma sacola, que estava enrolada em um agasalho. A polícia acredita que os suspeitos tenham divido entre eles os produtos roubados. 
Ainda conforme a PM, eles teriam ido buscar os celulares a mando de outra pessoa, que no caso seria o mandante do crime. Segundo a PM, dos quatro suspeitos levados à delegacia, três deles já são conhecidos no meio policial. Para a polícia, eles negaram qualquer envolvimento no roubo. Além disso, as vítimas reconheceram os suspeitos por meio de fotografias.
Agora, a polícia está à procura do homem suspeito de ser o mandante do crime. Os militares já têm o nome dele e continuam em rastreamento. Quase ao fim da tarde desta quarta, outros celulares foram recuperados pelos militares. Até o fechamento desta reportagem não houve mais prisões, e a polícia não concedeu entrevista, por ainda estar realizando diligências em torno do caso. 



..::DEIXE SEU COMENTÁRIO::..

Seguidores