sábado, 28 de junho de 2014

Colisão trágica: dois morrem em acidente na BR 116 , próximo ao “Campo do Ivan”, também conhecido como “Campo da Lajinha".

O motorista Edmilson Oliveira de Abreu, de 40 anos e o carona Volnei José Guerra (foto), de 57 anos morreram na noite de ontem, por volta das 19h, em um mais um trágico acidente registrado na BR 116, no km 518, próximo ao “Campo do Ivan”, também conhecido como “Campo da Lajinha". O veículo em que eles estavam, um Fiat Pálio, placas de Belo Horizonte, que viajava sentido Ubaporanga/Caratinga, perdeu o controle da direção em uma curva e atingiu um caminhão, placas de Simonésia, carregado de eucalipto.

Os dois homens morreram na hora, presos às ferragens. Porém, a retirada dos corpos somente foi possível após o encaminhamento do veículo a um pátio credenciado, já que não havia o equipamento desencarcerador, utilizado para cortar ferragens.

As causas do acidente ainda estão sendo investigadas, mas uma das hipóteses é o excesso de velocidade, conforme explicitado pelo policial rodoviário Luis Tarcízio.

O motorista do caminhão, Júnior José Luis de Macedo, não se feriu e contou que foi surpreendido pelo carro que teria invadido a contramão. O veículo de passeio estava timbrado com a marca "Colimp Construtora" e placas de Belo Horizonte, porém, de acordo com a Polícia Rodoviária Federal as vítimas fatais do acidente são naturais de Caratinga.






Paróquia do bairro Santa Zita em Caratinga é alvo de tentativa de assalto

O escritório da Paróquia Coração Eucarístico de Jesus, no bairro Santa Zita, foi alvo de uma tentativa de assalto à mão armada, por volta das 15h de ontem (26/06). Uma mulher, de 32 anos, que preferiu não mostrar o rosto, é a vítima do crime. A secretária contou que três homens encapuzados e armados, chegaram ao local e anunciaram o roubo. Por uma grade, um dos autores apontou o revólver em direção à vítima e exigiu que ela passasse todo o dinheiro. 




Bandidos tentaram assaltar a vítima no dia de seu aniversário. "Eu tinha acabado de receber umas flores e uns bombons, porque ontem celebrei meu aniversário, e fui abrir, quando três assaltantes mascarados me surpreenderam. Um deles apontou uma arma e pediu que eu abrisse a porta e passasse todo o dinheiro. Eu muito calma, olhei e falei: é o dinheiro que vocês querem? É o dinheiro. E eu entrei, para buscar o dinheiro. Mas eles achavam que estava sozinha e tinham mais pessoas comigo, que começaram a gritar e a falarem: chama a polícia! Daí, eles ouviram e saíram. Foi tudo muito rápido", relatou.

Segundo relatos da vítima, enquanto um deles apontava uma arma de fogo em sua direção, uma dava cobertura e o outro tentava abrir esta porta com chutes, para tentar ter acesso ao interior do escritório. A secretária acredita que pelas características dos três autores, eles possam ser menores de idade. "Eles vieram de dentro da igreja. Passaram os três juntos correndo", comentou.

Após se assustarem com os gritos de outras pessoas, que estavam dentro de outro cômodo, os assaltantes saíram correndo um atrás do outro como se nada tivesse acontecido. A vítima chamou a Polícia Militar e registrou um boletim de ocorrência. A polícia identificou um suspeito, de 17 anos, e segue em rastreamento.

Prefeito esclarece reintegração de posse envolvendo bombeiros voluntários e anuncia convênio com Grupamento Civil em caratinga

Assista à reportagem completa:
Fonte: Raquel Borsari




Esta semana, a imprensa acompanhou mais uma decisão judicial envolvendo o Corpo de Bombeiros Voluntários de Caratinga (CBVC) e a prefeitura. Oficiais de justiça foram à corporação e cumpriram um mandado de reintegração de posse. Por determinação da Justiça, os bombeiros desocuparam o imóvel e devolveram veículos e equipamentos pertencentes ao município.

Nesta sexta (27/06), o prefeito Marco Antônio convocou uma coletiva de imprensa e esclareceu os motivos que o levaram a entrar com a ação judicial.

“Eu entendo a importância do Corpo de Bombeiros Voluntários para Caratinga. É uma grande ideia que tem ajudado a sociedade como um todo. Mas pelas questões legais, e, naquele momento, eu disse a vocês que, não poderia ajudar como gostaria de ajudar. Fiz uma proposta de investimento de R$ 15 mil por mês para custeio, porém, eles estavam impedidos pela questão da prestação de contas. E eu precisei então, solicitar a reintegração de posse do espaço e dos equipamentos”, afirmou o prefeito.

Mesmo diante das dificuldades e da recente decisão da Justiça, o Corpo de Bombeiros Voluntários continua de portas abertas. Conforme determinação judicial, os bombeiros voluntários devolveram à prefeitura cinco veículos, entre eles, o caminhão-pipa de combate a incêndios, além de uma bomba centrífuga e uma motosserra à gasolina. Um convênio no valor de R$ 15 mil por mês já foi firmado com o Grupamento de Bombeiros Civil (GBC) de Caratinga, segundo anunciado oficialmente pelo prefeito.

“Então, a gente tem até recomendado ao Grupamento que deixe tudo em ordem, que pague suas obrigações sociais, que prestem contas no tempo correto, para que a gente possa manter essa instituição funcionando. Então, eu tenho que só declarar à sociedade e tranquilizar a todos que, vai funcionar da mesma forma. E agora, vai conseguir até melhorar, porque eu vou poder ajudá-los. Nós caratinguenses, através dos nossos impostos, para poder conveniar, passar recursos e melhorar o atendimento”, disse.

Além do repasse de R$ 15 mil por meio do convênio ao GBC, a prefeitura também vai ceder o espaço, os veículos e equipamentos que eram usados pelos bombeiros voluntários. Com a reintegração de posse, de acordo com Junqueira, os veículos estão passando por uma revisão na Secretaria de Obras, para serem recuperados e entregues ao GBC.

O GBC ainda não tem o desencarcerador, um equipamento usado para retirar vítimas presas às ferragens. O prefeito informou que os bombeiros civis já adquiriram o equipamento e deve chegar semana que vem. Marco Antônio encerrou dizendo que caso o Corpo de Bombeiros Voluntários se regularize legalmente, que há possibilidade de firmar um convênio com a instituição.

Seguidores