quarta-feira, 4 de julho de 2012

Caixa eletrônico do Bradesco é explodido em Entre Folhas

última modificação 03/07/2012 
Está é a segunda vez consecutiva que o caixa é alvo dos criminosos. Quatro pessoas teriam cometido a explosão. A PM continua em rastreamento para tentar identificar os suspeitos

Esta já é segunda vez, em pouco menos de três meses, que o caixa eletrônico da agência do Banco Bradesco, situada na Praça Padre José Lanzillotti, em Entre Folhas, é alvo de explosão dos criminosos. O crime aconteceu por volta das quatro da madrugada desta terça-feira (03/07).
O estrondo da explosão assustou a vizinhança próxima à agência. A perícia técnica da Polícia Civil compareceu ao local e recolheu um pé de cabra, que suspostamente teria sido usado para arrombar a porta da agência, e pedaços de plástico que seriam provenientes do material explosivo utilizado.
Conforme o comandante do 3º Pelotão da 22ª Companhia de Polícia Militar Independente, o tenente José Damião Gomes, quatro pessoas que até o momento não foram identificadas, teriam participado da ação.
Segundo o tenente Gomes, testemunhas disseram terem visto, após a forte explosão, dois indivíduos saindo em alta velocidade em uma motocicleta. A cerca de 50 metros da agência, mais dois ocupantes de outra moto, que estariam dando cobertura, os esperavam. Logo depois, os quatro suspeitos que trajavam roupas escuras fugiram em direção ao Bairro Barreira, em Entre Folhas, onde teriam retornado à rodovia MG-425, e seguido sentido a Vargem Alegre ou Caratinga.
De acordo com a gerente da agência, o caixa eletrônico foi abastecido há cerca de doze dias, e deveria ter cerca de dez mil reais no compartimento onde fica o dinheiro. Felizmente, a ousadia dos bandidos deixou apenas um cenário de destruição. A princípio, eles não teriam conseguido levar nenhuma quantia.
A Polícia Militar continua em rastreamento na tentativa de identificar os suspeitos, e a Polícia Civil abriu um inquérito para investigar o caso. Assim como os comércios próximos à agência, o posto de atendimento bancário não possui câmeras de segurança, o que também dificulta o trabalho das polícias.
Nos últimos meses, essa modalidade de crime vem se espalhando pelo estado de Minas Gerais, principalmente, nas cidades do interior, fato que tem preocupado as autoridades responsáveis pela segurança pública. A PM conta com apoio da comunidade no repasse de qualquer informação sobre a explosão contra o caixa eletrônico em Entre Folhas.  


..::DEIXE SEU COMENTÁRIO::..

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores