quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

Suspeito de acender rojão que matou cinegrafista é preso em pousada na Bahia

A Polícia Civil do Rio de Janeiro prendeu, na madrugada desta quarta-feira, o suspeito de acender e soltar o rojão que atingiu e matou o cinegrafista Santiago Andrade, durante protesto no Rio de Janeiro. O auxiliar de serviços Caio Silva de Souza, de 23 anos,  estava em Feira de Santana, na Bahia, hospedado em uma pousada próximo à rodoviária da cidade. A prisão ocorreu por volta das 2h e ele não resistiu.  

Logo após a prisão, Caio foi levado pela equipe da Polícia Civil para o aeroporto de Salvador, de onde iria seguir para o Rio de Janeiro.
A ação da polícia foi acompanhada pelo advogado do suspeito, Jonas Tadeu, que também defende o outro acusado de participação no crime.

Caio Silva de Souza teve a prisão temporária de 30 dias decretada na noite dessa segunda-feira.  Desde então, era considerado foragido.
(Caio foi preso na Bahia/ Reprodução)
Fonte: Rádio Itatiaia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores