terça-feira, 19 de abril de 2011

Preparação para Copa está 1 ano atrasada, diz Sinaenco


Na semana passada, um estudo do Ipea informou que nove dos 13 aeroportos brasileiros não ficarão prontos a tempo do evento


O Brasil está pelo menos um ano atrasado na organização da Copa do Mundo de 2014, disse o presidente nacional do Sindicato da Arquitetura e da Engenharia (Sinaenco), João Alberto Viol. A afirmação foi feita na tarde desta terça-feira (19), durante audiência pública da Comissão de Turismo e Desporto da Câmara dos Deputados, em Brasília.

"Estamos a 38 meses da Copa do Mundo e a 26 meses da Copa das Confederações (em 2013). Há tempo, mas é escasso. Os cronogramas já estão sem as gorduras, sem os espaços necessários, riscos podem existir, desde períodos chuvosos, greves operárias, problemas com licenças ambientais", afirmou Viol. "Faltou planejamento, já se passaram 41 meses desde que o Brasil foi homologado (como sede). Estamos pelo menos um ano atrasados", completou.

Segundo ele, a primeira postura dos organizadores deveria ser reconhecer o atraso e ajustar os cronogramas, "uma vez que não há folgas frente a imprevistos e obstáculos". Para o presidente do Sinaenco, também é preciso identificar os riscos que podem atrasar ainda mais as obras e decidir "rapidamente" as pendências. "Temos de trabalhar para que o Brasil seja vitrine, não vidraça", comentou.

Na semana passada, estudo do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) informou que, dos 13 aeroportos brasileiros que receberão investimentos para modernização e aumento de capacidade, nove não ficarão prontos a tempo da Copa de 2014.

Na última segunda-feira, o Tribunal de Contas da União (TCU) trouxe à tona mais uma vez os atrasos nos preparativos do Mundial em aeroportos, mobilidade urbana e estádios. No entanto, para o ministro Valmir Campelo, relator dos processos sobre o assunto no tribunal, "não é o caso ainda de luz vermelha".


..::DEIXE SEU COMENTÁRIO::..

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores