sábado, 30 de junho de 2012

Detento do Presídio de Caratinga ganha liberdade por engano

última modificação 29/06/2012 Fonte: Super Canal
Os agentes chamaram por Deivid que dormia no momento, então, Wesley se passou por ele e foi solto

Essa foi a primeira fuga do Presídio de Caratinga. Wesley Leocádio Santos Melo, com 23 de anos de idade, acusado de um duplo homicídio, se passou por Deivid dos Santos, de 32, quem de fato recebeu um alvará de soltura. Wesley, então, ganhou erradamente a liberdade na noite da última segunda-feira.
Foi através do portão principal da prisão que Wesley voltou ao convívio da sociedade. Ele estava preso há 12 dias. Com este engano, o verdadeiro rapaz que deveria ser liberado no começo da semana, foi então, solto na terça-feira (26/06). Advogados e familiares acompanharam Deivid.
A equipe de jornalismo do Super Canal apurou e verificou que o engano aconteceu durante a noite, quando Wesley se passou por Deivid que dormia no momento em que foi chamado para ter liberdade. Deivid faz uso de remédio controlado. O erro só foi descoberto na manhã de terça-feira (26/06) quando Deivid ficou sabendo que seria liberto, mas outra pessoa já tinha saído em seu lugar.
Para esclarecer o caso, a Subsecretaria de Administração Prisional, órgão que administra o presídio, se pronunciou apenas através de uma nota à imprensa.
“A unidade instaurou um procedimento interno de investigação para apurar as circunstâncias da liberação indevida do detento. As polícias Civil e Militar e também a Justiça foram comunicadas quanto ao ocorrido.

Crime de Wesley
No dia 13 de deste mês, em operação especial, a Polícia Civil prendeu três dos cinco homens acusados de cometer o crime: Wesley, Fernando e Onésio. Conforme a Civil, Wesley Leocádio Santos Melo seria o executor de um duplo homicídio ocorrido em março, em Cordeiro de Minas. Distrito de Caratinga.
O crime teria sido motivado por um desacerto comercial em relação à compra de veículos. Ainda durante a execução do mandado de prisão contra os três rapazes presos, há alguns dias, os policiais civis realizaram ainda mandados de busca e apreensão na casa dos suspeitos. Na chácara onde Wesley estava residindo, a Civil encontrou um tablete de cocaína e um pequeno tablete de maconha. 
As policias apuram o caso. Não houve repasse de detalhes sobre o motivo do engano. Wesley está foragido e não há ainda pistas sobre o seu paradeiro.




..::DEIXE SEU COMENTÁRIO::..

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores