quinta-feira, 26 de julho de 2012

Mais um seqüestro de mentira em Santa Rita


SANTA RITA DE MINAS – Há quase dois meses a Polícia Militar teve um imenso trabalho com um jovem que inventou um sequestro, pois não aceitava o fim do relacionamento com a noiva. Depois de várias horas de trabalho, a polícia descobriu que não passava de uma grande armação. 
Parece que virou moda e mais um cidadão de Santa Rita, tentou enganar a polícia e a família para não ficar mal com a esposa. 
De acordo com o sargento PM Júnior, a polícia foi acionada pelo proprietário da fazenda Moreira por volta das 21h30 desta segunda-feira, dizendo que Sebastião Rômulo Nogueira Rodrigues, 30 anos, tinha aparecido em sua casa contando que tinha sido sequestrado. Sebastião Rômulo disse ao dono da fazenda que ficou amarrado no meio de uma mata.  
Segundo ele, por volta das 19h30, dirigia um Fiat Strada e quando estava perto do posto Caratinga, dois indivíduos, numa motocicleta Tornado vermelha, anunciaram o assalto bateram nele com a coronha do revólver, tomaram seu carro e o amarram. Sebastião disse que depois de passar muito tempo na mata conseguiu se soltar e foi rastejando até a fazenda. 
Segundo o sargento Júnior, Sebastião Rômulo estava muito nervoso e com a camisa rasgada, dizendo que os assaltantes haviam levado seu relógio, pulseira e documentos;  porém, a polícia estranhou o fato de uma aliança de ouro ainda estar com ele, já que tinha sido roubado.   Como policial experiente, o sargento da PM percebeu que Sebastião não tinha sinais de violência e o pediu para que falasse a verdade.
Armação
Pressionado, Sebastião confessou que não tinha sido assaltado, mas tinha armado tudo para tentar o perdão da esposa, porque ele havia bebido em Vargem Alegre e Santa Luzia e tentava fugir de uma provável confusão doméstica. 
O veículo Fiat Strada, placa HAX-3738 foi recuperado em uma lavoura no Córrego do Laje. Sebastião foi preso por comunicação falsa de crime. 


..::DEIXE SEU COMENTÁRIO::..

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores