Menor de 13 anos morre baleado durante assalto no centro de caratinga

O assalto aconteceu em uma mercearia no centro da cidade. O menor de 13 anos estava com outros três menores e acabou morrendo enquanto tentava cometer o crime
Eram 6h30 da manhã desta quarta-feira (27/04) quando os donos de mercearia do centro de Caratinga chegaram para trabalhar e tiveram uma surpresa. Os proprietários do estabelecimento Fernando Ribeiro dos Santos de 34 anos e Aroldo Gonçalves dos Santos de 29, segundo a Polícia, foram surpreendidos por quatro menores. Segundo a PM, os rapazes estavam com duas armas de fogo e encapuzados quando anunciaram o assalto. Durante o crime, um menor de 13 anos foi baleado e morreu no local, outros dois envolvidos de 14 e 15 anos ficaram feridos e um outro menor conseguiu fugir.

O menor de 15 anos foi atingido com um tiro no pescoço e outro na mão e deve passar por cirurgia ainda nesta quarta-feira. O menor de 14 anos foi baleado com dois tiros no braço e recebeu alta ainda na manhã de hoje.  

Patrícia Adriana de Castro é a mãe de um dos menores baleados durante o assalto. Segundo a dona de casa, o filho é usuário de drogas e já foi apreendido várias vezes. “Ele usa drogas e já foi preso com arma de fogo. Não adianta aconselhar, ele continua fazendo neste mundo do crime”.

Já Dona Jaíra Brás Castro é a mãe do menor morto no local do assalto. Nervosa e bastante confusa, a mulher tenta entender o que aconteceu com o filho. “Eu só quero saber quem matou meu filho. Quero meu filho de volta”, se emociona Dona Jaíra.

Segundo Tenente Dias, todos os menores envolvidos no crime já tem passagens pela Polícia. Fernando um dos proprietários da mercearia sofreu ferimentos na cabeça e também teve que ser atendido no Pronto Atendimento Municipal. Mas Fernando não quis falar com a imprensa.
“Ele deu a versão dele, mas não quer falar com a imprensa. Ele contou como tudo aconteceu, mas agora está em estado de choque”, afirma Tenente Dias.

Na Delegacia de Polícia Civil, a imprensa teve acesso a uma das armas utilizadas no crime, uma garrucha calibre 22 e a um capuz usados por um dos menores.  Para Major Santiago mais uma tragédia que marca o envolvimento de menores no mundo da criminalidade. “O fato é lamentável. Nós trabalhamos para tirar menores do mundo do crime justamente na tentativa de evitar fatos como este”, lamenta Major Wanderson Santiago.  

E alerta quanto a reagir a assaltos. “Sempre alertamos que reagir a assaltos é muito perigoso. Neste caso a vítima acabou passando a ser autor de um homicídio”, lembra Major.

O jornalismo do Super Canal conversou com um dos advogados dos comerciantes. A justificativa em não falar com a imprensa era a mesma. Fernando além de machucado estava abalado com a situação. Segundo a advogada, Aroldo, o outro proprietário da mercearia, é quem teria efetuado os disparos que atingiram os menores. Mas a advogada afirmou que ainda nesta semana, Aroldo deve se apresentar à Polícia na presença do advogado.


..::DEIXE SEU COMENTÁRIO::..

Pagina Desativada! Noticias Atualizadas acesse nossa pagina no face

Acesse

Últimas Notícias atualizadas acesse nossa pagina no facebook