sábado, 26 de maio de 2012

Tremores em Montes Claros: Famílias que ficaram desabrigadas sonham em ter a casa reconstruída

Tremores em Montes Claros.


Especialistas do Observatório Sismológico da Universidade de Brasília devem chegar, hoje à tarde, a Montes Claros. O governo do estado solicitou apoio para instalar sismógrafos na cidade. O município sofreu cinco tremores de terra, em quatro dias. O último foi registrado na terça-feira. O mais forte chegou a quatro vírgula dois na escala Richter. O Instituto de Desastres Naturais do Japão, também, deve enviar técnicos ao estado para avaliar as causas dos abalos. O governo propôs aos japoneses a assinatura de um convênio de cooperação técnica, para a implementação de estudos no norte de Minas. O objetivo é verificar a possível existência de uma falha geológica, que estaria provocando os tremores.

O tremor não vai sair da memória de Rosenilde Ferreira e os filhos dela. A casa deles foi interditada por causa dos abalos. A família está num albergue. Do albergue vão sair para um imóvel alugado, a ser pago pela prefeitura. E enquanto a vida não volta ao normal, os filhos não estão indo à escola./


Na casa da família, que fica na Vila Atlântida, região noroeste de Montes Claros. Nas paredes tem rachaduras por todo lado. O maior perigo está no teto. Partes da lage se soltaram com os abalos. Uma estrutura antiga que começou a cair em cima de Rosenilde.

O dinheiro de Rosenilde vem apenas do Bolsa Família e de um benefício previdenciário para um dos filhos. Ela reclama que a situação está cada vez mais difícil. O sonho dela agora é reconstruir a casa e ter de volta a rotina da família.

Segundo o secretário municipal de defesa social, Orlando Walter Andrade de Camargo, a secretaria está levantando dados para a avaliação de danos, que será enviada para o Governo Federal, solicitando recursos para a reconstrução das casas.

..::DEIXE SEU COMENTÁRIO::..

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores