quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Saiba o significado da cor nas tarjas de remédio


última modificação 19/09/2012 
Existem 5 especificações nas embalagens
Saiba o significado da cor nas tarjas de remédio
Eles saem a todo instante nas farmácias de drogarias. Alguns não precisam de receita e podem ser levados para casa quando o cliente quiser. Outros medicamentos exigem prescrição e autorização médica. Existem remédios que contém efeitos colaterais mais intensos.

Na verdade, todo e qualquer medicamento precisa ser indicado pelo profissional de saúde que orienta o uso correto de cada composto. Para esclarecer o consumidor sobre a potencialidade e o perigo que um remédio pode causar, tarjas foram criadas para alertar e organizar a classificação de cada embalagem.
 
Cinco tarjas podem ser encontradas nos medicamentos. Os remédios não tarjados têm a venda livre. São medicamentos com poucos efeitos colaterais ou contra-indicações, desde que usados corretamente e sem abusos. Eles dispensam a prescrição médica e são utilizados para o tratamento de sintomas ou males menores, como resfriados, azia, dor de dente.
 
As embalagens com a faixa vermelha têm duas formas de ser vendidas. A receita não fica retida no estabelecimento comercial, mas são vendidas mediante a apresentação do documento emitido pelo médico. Ou a receita precisa ficar na farmácia. Só podem ser vendidos com receituário especial de cor branca.
 
O remédio de tarja amarela, é o medicamento que exerce ação sedativa ou que ativa o sistema nervoso central. Só pode ser vendido com receituário especial de cor azul.
 
A última faixa definida foi a amarela que define os medicamentos genéricos.
 
Muita atenção com a automedicação. Os profissionais da saúde aconselham que jamais se deve utilizar um medicamento indicado por alguém que não é da área e sempre observar a data de validade do produto.


..::DEIXE SEU COMENTÁRIO::..

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores