quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

Empresa O Boticário é assaltada em caratinga

Empresa O Boticário é assaltada 

Crime registrado no início da tarde desta quarta-feira 

Segundo uma das vítimas, um homem entrou e se passou por cliente pedindo para ver um perfume. Quando a vendedora foi até a prateleira para mostrar ao suposto cliente o produto, ele anunciou o roubo e também rendeu outra funcionária que estava na loja. As vítimas relataram que o assaltante estava com algo na cintura simulando estar armado o tempo todo. O assalto contra a loja O Boticário, localizada à Rua Raul Soares, Centro de Caratinga, aconteceu por volta das 11 horas da manhã desta quarta-feira (12/02).

Depois de cometer o crime, o assaltante fugiu a pé pelo centro da cidade levando um perfume avaliado em R$ 104,00 e R$ 300,00 em dinheiro. As vendedoras também contaram que durante o assalto, o bandido se mostrava bastante agressivo e pedia para que elas não olhassem para o rosto dele. De acordo com a polícia, o autor do roubo vestia uma camisa gola polo de cor branca e uma calça jeans, e calçava tênis. O assaltante é de cor branca, tem cabelo castanho e aproximadamente 1,70 de altura. A polícia segue em rastreamento para tentar localizar o autor.

Abalo de terra na Grande BH assusta moradores e atinge magnitude de 3.15 graus

Os tremores de terra que amedrontaram moradores das cidades de São José da Lapa, Lagoa Santa e Vespasiano, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, na madrugada e manhã desta terça-feira, atingiram 3.15 graus na escala Richter, que vai até o nove. A informação é do Observatório Sismológico (Obsis) da Universidade de Brasília (UNB). Os abalos foram considerados de fraca intensidade. 
A Defesa Civil e o Corpo de Bombeiros estiveram nos locais atingidos para apurar possíveis danos, mas nenhum estrago foi encontrado.
De acordo com o Obsis, o tremor mais forte foi registrado às 1h57 da madrugada.

Fonte: Rádio Itatiaia

COMENTÁRIOS

Minas vai construir 11 presídios e contará com 5 mil novas vagas, anuncia governo

O governo estadual lançou, nesta terça-feira, na Cidade Administrativa, o Plano Mineiro de Humanização do Sistema Prisional. Durante o evento, foram anunciados editais para construção de 11 presídios e ampliação de outros quatro, que ampliarão em 5.485 o número de vagas prisionais. Serão investidos cerca de R$ 171,6 milhões em recursos do governo de Minas e repasses do governo federal.
Ao lado do vice-governador Alberto Pinto Coelho, o governador Antônio Anastasia falou sobre a importância da parceria entre as diversas esferas de governo e destacou a necessidade de criação de um pacto nacional de combate à violência. “Abordo a necessidade vigorosa, emergencial, de um grande pacto nacional de combate à violência, a favor da segurança pública, com participação das três esferas de governo e da sociedade civil. Tenho certeza que este tema será muito discutido ao longo deste ano e nós temos de lançar holofote sobre ele, porque temos, especialmente em razão das drogas disseminadas hoje, um agravamento da situação da segurança pública em todo o Brasil”, afirmou o governador.
Primeiros editais
Já nesta quarta-feira (12), serão publicados os editais de licitação para as seis primeiras obras, envolvendo a construção de presídios em Itaúna e Poços de Caldas e a ampliação de unidades de Alfenas, Itajubá, Divinópolis e Montes Claros, com criação de 1.740 vagas e investimentos de R$ 58,6 milhões, sendo R$ 46,1 milhões do governo de Minas e o restante do governo federal.  Os demais editais deverão ser publicados nos próximos 30 dias. O prazo de entrega será de dez meses após o início das obras.
O presídio de Itaúna, na região Centro-Oeste, terá 306 vagas. Será construído em terreno de 30 mil metros quadrados, doado pelo município. O novo presídio de Poços de Caldas, no Sul de Minas, terá 306 vagas. A unidade será construída em uma área de 50 mil metros quadrados, doada pelo município.
A ampliação do presídio de Alfenas, também no Sul de Minas, irá resultar em mais 306 vagas. O presídio de Itajubá, outra unidade no Sul de Minas, também será ampliado, passando a contar com mais 306 vagas.
Já o presídio de Divinópolis, no Centro-Oeste, terá ampliação de 306 vagas. Para o presídio de Montes Claros (Norte de Minas) serão mais 210 vagas.
A expectativa é de que as primeiras obras comecem dentro de três meses.
Próximos editais
Com um total de 3.745 novas vagas, os nove editais restantes serão lançados em até 30 dias e deverão ser investidos cerca de R$ 113 milhões. Serão construídos nove presídios nos municípios de Ubá (388 vagas), Iturama (388 vagas), Machado (388 vagas), Lavras (388 vagas), Pirapora (388 vagas), Barbacena (388 vagas), Esmeraldas (603 vagas), além de duas unidades femininas, uma em Pará de Minas e a outra em Uberlândia, com 407 vagas cada.
Até 2015, o Plano Mineiro vai ampliar o sistema prisional em 14.900 vagas – um incremento de 47% do total de vagas existentes hoje (31.487). Isso porque, além das construções e ampliações anunciadas nesta terça-feira, há ainda a entrega de três unidades do Complexo Penitenciário Público Privado (CPPP), em Ribeirão das Neves, construção de sete novas Associações de Proteção e Assistência aos Condenados (Apacs) em Montes Claros, Itabirito, Tupaciguara, Barbacena e Manhumirim, Uberlândia e Alfenas, duplicações de quatro unidades prisionais (Unaí, Governador Valadares, Ipaba e José Maria Alckimin, em Ribeirão das Neves) e implantação de cerca de três mil tornozeleiras eletrônicas.
Também participaram da solenidade da criação do plano o secretário de Defesa Social, Rômulo Ferraz, o secretário de Estado de Trabalho e Desenvolvimento Social, Cássio Soares, os comandantes das forças de segurança do Estado, coronel Márcio Martins Sant'Ana (Polícia Militar), Cylton Brandão (Polícia Civil) e o coronel Sílvio Antônio de Oliveira Melo (Corpo de Bombeiros Militar), prefeitos de municípios beneficiados, parlamentares, além de integrantes do Sistema Prisional.

Fonte: Agência Minas

COMENTÁRIOS

Atingidas pela chuva, Governador Valadares e Ipaba vão receber R$ 4,725 milhões

A Secretaria Nacional de Defesa Civil, do Ministério da Integração Nacional, autorizou a liberação de cerca de R$ 4,725 milhões para duas cidades mineiras atingidas pela forte chuva de dezembro do ano passado. As portarias que permitem os repasses de recursos foram publicadas na edição desta quarta-feira (12) do Diário Oficial da União.

Governador Valadares vai receber R$ 4,707 milhões e, Ipaba, R$ 18,6 mil. Os recursos serão destinados às ações de socorro, assistência às vítimas e restabelecimento de serviços essenciais. Os municípios decretaram situação de emergência.

Os temporais em Minas deixaram 22 mortos, mais de 33 mil pessoas desalojadas e 17 mil desabrigados. Mais de dez mil casas foram danificadas e, 652, destruídas.
Fonte: Agência Brasil

COMENTÁRIOS

Suspeito de acender rojão que matou cinegrafista é preso em pousada na Bahia

A Polícia Civil do Rio de Janeiro prendeu, na madrugada desta quarta-feira, o suspeito de acender e soltar o rojão que atingiu e matou o cinegrafista Santiago Andrade, durante protesto no Rio de Janeiro. O auxiliar de serviços Caio Silva de Souza, de 23 anos,  estava em Feira de Santana, na Bahia, hospedado em uma pousada próximo à rodoviária da cidade. A prisão ocorreu por volta das 2h e ele não resistiu.  

Logo após a prisão, Caio foi levado pela equipe da Polícia Civil para o aeroporto de Salvador, de onde iria seguir para o Rio de Janeiro.
A ação da polícia foi acompanhada pelo advogado do suspeito, Jonas Tadeu, que também defende o outro acusado de participação no crime.

Caio Silva de Souza teve a prisão temporária de 30 dias decretada na noite dessa segunda-feira.  Desde então, era considerado foragido.
(Caio foi preso na Bahia/ Reprodução)
Fonte: Rádio Itatiaia

Senhora de 67 anos cai no golpe do falso sequestro em caratinga

De Raquel Borsari - tv sepercanal
Senhora de 67 anos cai no golpe do falso sequestro e tem prejuízo de mil reais 

Uma moradora de 67 anos, do bairro Limoeiro, caiu no golpe pelo telefone na tarde desta segunda-feira, 10/02. Ela estava em casa na hora do almoço quando o telefone tocou. Ao atender, uma mulher com voz idêntica à de sua filha, moradora de Ipatinga, estava chorando e gritava pedindo ajuda, dizendo que tinha sido pega por algumas pessoas e estava numa casa cheia de ratos. Na sequência da armação, um homem pegou o telefone e disse que havia sequestrado a filha dela, exigindo três mil reais para libertá-la. O golpista ainda teve a cara de pau de dizer que “teve um prejuízo quando fugiu da polícia e perdeu uma arma no valor de R$ 2.500,00 e o dinheiro era para cobrir isso”.

Em seguida, o homem começou a ameaça a aposentada dizendo que havia pessoas monitorando a casa dela e que ela não deveria desligar o telefone e nem avisar a polícia. Assustada e acreditando que era realmente sua filha, a aposentada seguiu a orientação do golpista. Foi até uma casa lotérica e depositou o dinheiro numa conta poupança número 34.645-0, agência 1620, operação 13, em nome do suposto advogado dele “Luiz Carlos”. Detalhe, a vítima não tinha o dinheiro todo e o golpista então fez por mil reais. A mulher ainda cumpriu outra determinação: deixou o telefone fora do gancho para avisar quando terminasse o depósito. Um filho da aposentada chegou e ouviu o relato do que estava acontecendo. Ele pegou o telefone e ligou para a irmã, confirmando que era um golpe. Ela estava em Ipatinga e nada de errado aconteceu. A família ainda tentou reaver os mil reais, mas os golpistas já haviam sacado o dinheiro.

terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

MANIFESTAÇÃO: Corpo de Bombeiros de Caratinga


Fonte: Raquel Borsari 
O Corpo de Bombeiros de Caratinga realizará neta terça-feira, às 17h, uma manifestação pelas ruas da cidade, após o anúncio da decisão do Prefeito de Caratinga, Marco Antônio Junqueira, sobre o fechamento da instituição. Conforme a notificação, o Corpo de Bombeiros tem trinta dias para encerrar as atividades na cidade. 

O manifesto sairá da sede do Corpo de Bombeiros, na praça da Estação, com destino à Prefeitura Municipal de Caratinga.

Coletivas registradas nesta terça-feira sobre a decisão de fechamento do Corpo de Bombeiros de Caratinga:

Fonte: Raquel Borsari - tv supercanal

Na íntegra as duas coletivas registradas na manhã desta terça-feira pelo Super Canal sobre a decisão de fechamento do Corpo de Bombeiros de Caratinga:

Pronunciamento do prefeito Marco Antônio Junqueira:


Pronunciamento do comandante do Corpo de Bombeiros, Raimundo Dias:

Corpo de Bombeiros de Caratinga tem 30 dias para fechar as portas, conforme decisão da Prefeitura Municipal

Fonte:Raquel Borsari - tvsupercanal
Dívida com INSS inviabiliza parceria com a instituição. A Prefeitura garante que os trabalhos de atendimento não vão parar. "Vamos assumir ou buscar parceiros capacitados para a continuidade dos serviços", salientou o prefeito.

O anúncio da decisão de fechamento da atual instituição Corpo de Bombeiros Voluntários de Caratinga foi feito na manhã desta terça-feira (11/02), em uma coletiva à imprensa concedida pelo prefeito Marco Antônio Junqueira. De acordo com o chefe do executivo os bombeiros tem o prazo de trinta dias para entregar os equipamentos e veículos. A decisão foi tomada seguindo parâmetros jurídicos, já que a Prefeitura não poderá fidelizar parcerias e/ou convênios com a instituição que permanece com dívidas com o INSS, o que segundo o prefeito é ilegal e pode acarretar problemas como improbidade administrativa.

De acordo com o prefeito há um ano foi aberta uma negociação para que a instituição regularizasse a situação financeira e houvesse meios legais de firmar convênios. De acordo com Marco Antônio os encontros eram realizados com a presença do Ministério Público, Poder Judiciário, Poder Legislativo, em busca de propôr saídas para a regularização da situação financeira do Corpo de Bombeiros, porém, sem sucesso. Passado um ano a Prefeitura tomou a sua decisão, tendo em vista que a instituição não conveniada não pode fazer uso de bens públicos como, por exemplo, o imóvel sede da instituição, receber a colaboração do valor arrecadado pelo faixa azul. Portanto, a notificação realizada nesta terça-feira exige a entrega do imóvel situado na Praça da Estação e a devolução dos equipamentos e veículos.
O prefeito garantiu que a população não ficará sem atendimento. "Vamos assumir ou buscar parceiros capacitados para a continuidade dos serviços. Caratinga não pode ficar sem esta assistência. Se não conseguir nenhum parceiro, vamos assumir a responsabilidade pois temos pessoas capacitadas para isso", destacou.

Marco Antônio salientou que a obrigação é legal e, portanto, eles (bombeiros voluntários) estão destituídos da função. "Não tem volta", finalizou.


segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

PM apreende, responsáveis pelo assalto à Farmácia Indiana em caratinga

PM apreende primos, menores de idade, responsáveis pelo assalto à Farmácia Indiana 
Fonte: Raquel Borsari - tvsupercanal

A Polícia Militar de Caratinga descobriu que dois menores de 16 e 17 anos do bairro Nossa Senhora Aparecida praticaram o assalto à mão armada contra a farmácia Indiana localizada à Rua Raul Soares, centro da cidade.

A polícia chegou aos menores, que são primos, após o levantamento de informações sobre a motocicleta abandonada por eles durante a fuga. A moto havia sido adquirida pelo menor de 16.

“Conseguimos identificar o proprietário da motocicleta que foi abandonada. Então, ele nos informou que havia feito à venda para um menor, que é da parte alta do bairro Nossa Senhora Aparecida. Por meio dessa informação, conseguiu-se associar a participação dele e de outro menor. São parente, um de 17 e um de 16 anos. Então, conseguiu-se associar a prática dos menores ao assalto”, disse o tenente.

A farmácia não revelou a quantia roubada e o dinheiro ainda não foi recuperado. A arma utilizada para praticar o crime também não foi localizada. Todas as informações que a PM obteve por meio da apreensão dos menores foram repassadas à Polícia Civil, que vai investigar o crime. Segundo tenente Ribeiro, os menores foram surpreendidos pelos policiais na BR – 474. Os dois primos seguiam com destino a Piedade de Caratinga.

“O menor de 16 anos foi o primeiro a ser abordado, ele se dirigia para Piedade de Caratinga, segundo informações, de que esse deslocamento foi em razão de ele adquirir na cidade de Piedade, um imóvel. E o segundo foi abordado, na sequência. Ele estava se deslocando para lá dentro de um automóvel”, destacou tenente.

Depois do roubo, a farmácia Indiana ficou de portas fechadas. De acordo com a polícia, os menores de capacete e usando capa de chuva para motociclista entraram de repente e anunciaram o roubo. Funcionários que ficaram sob a mira de um revólver passaram por momentos de terror.

A gerente da farmácia chegou a levar três coronhadas na cabeça. Os assaltantes levaram todo o dinheiro que estava em um cofre. Após roubarem a farmácia, eles fugiram em uma moto placa de Raul Soares, que foi abandonada no bairro Nossa Senhora Aparecida. Os menores correram e se esconderam em meio a um matagal. O menor de 16 confessou o crime à polícia.

“O menor de 16 anos afirma que eles tinham monitorado aquele dia de maior circulação e movimento de pessoas dentro do comércio. Na percepção deles, o dia de maior movimento, que em tese, o comércio estaria com maior quantidade de dinheiro. Então, escolheram esse dia e foram lá e fizeram o assalto”, ressaltou Ribeiro.

Tenente Ribeiro disse que desde o momento do roubo, os policiais militares estiveram empenhados a todo o momento para identificar e localizar os autores do assalto. Diversas denúncias anônimas também foram feitas à polícia, o que contribuiu com o trabalho da PM.




Flags, loja de calçados, é assaltada em caratinga mg

Mais um estabelecimento comercial assaltado em plena luz do dia, no centro da cidade 

Por volta das 13h30 desta segunda-feira (10/02) a loja Flags, situada na avenida Olegário Maciel, centro de Caratinga, foi assaltada. Segundo testemunhas, um indivíduo de cor parda, estatura mediana, aparentando ter 32 anos de idade, trajando blusa branca, calça jeans e chinelo invadiu o local e com a mão dentro da blusa, simulando estar armado, anunciou o assalto dizendo: "Isso é um assalto, isso é um assalto, passem tudo suas vagabundas".

O bandido a todo momento realizava ameaças e exigia o repasse do dinheiro. Uma das funcionárias entregou ao assaltante um cheque no valor de R$ 350 e R$ 145 em dinheiro, além de um aparelho celular que pertence ao estabelecimento comercial. As funcionárias foram levadas para o 2º andar da loja e foram obrigadas a deitar no chão enquanto o bandido executava a sua rota de fuga.

A Polícia Militar segue em rastreamento. Um jovem chegou a ser detido em atitude suspeita, mas não foi reconhecido pelas vítimas. Denúncias e informações podem ser feitas através do 190 e 181.

Princípio de incêndio no Conjunto Habitacional mobiliza Corpo de Bombeiros de Caratinga

Fim de semana de muito trabalho para o Corpo de Bombeiros de Caratinga. Guarnição registrou três acidentes com vítimas, além do princípio de incêndio no Conjunto Habitacional:
 ouça o audio

(Clique em áudio e ouça os detalhes). 

Um ferido em acidente de carro e moto na BR 116, em Santa Rita de Minas

Motociclista encaminhado ao PAM 

A sinalização de reduza a velocidade não foi o bastante para evitar o acidente registrado na noite de sábado (08/02), na BR 116, estrada de Santa Rita de Minas. José Carlos da Costa, de 45 anos, conduzia uma motocicleta que colidiu contra um veículo Gol, placas de Santa Rita de Minas. Segundo testemunhas, o motociclista perdeu o controle da direção e atingiu a lateral do veículo.
A Polícia Rodoviária Federal foi acionada e registrou a ocorrência. O motociclista foi socorrido por uma equipe do Corpo de Bombeiros de Caratinga. A vítima foi encaminhada ao Pronto Atendimento Municipal de Caratinga com uma fratura aberta na perna esquerda e escoriações.





Família procura por irmã desaparecida há quatro dias

Desaparecida sobre de esquizofrenia 

Fonte:http://portal.tvsupercanal.com.br/
Postado por: Raquel Borsari
Edvânia Aparecida de Sales, de 27 anos, foi vista pela última vez na tarde de sexta-feira (07/02), em Caratinga. Segundo a família, como de costume ela saiu da casa da irmã no bairro Anápolis com destino a um ponto de ônibus no Calçadão da Miguel de Castro para pegar um ônibus para o distrito de Dom Lara. Porém, ela não chegou ao seu destino.

Segundo apurado, Edvânia não foi vista no ponto de ônibus e não teria realizado a compra da passagem. Já são quatro dias sem qualquer notícia da irmã, para o desespero de Eva de Lourdes Sales.

Eva pede o apoio da população para encontrar a irmã desaparecida
Edvânia saiu de casa com uma calça jeans e blusa azul. Na bolsa levava documentos, alguns papéis e o medicamento que deveria estar fazendo uso pois sofre de esquizofrenia. A família está desesperada em busca de notícias. Quem tiver alguma informação, entre em contato com a família através dos telefones (33) 9962-3223 ou (33) 9958-8729.



Minas Gerais tem o terceiro maior índice de trabalho escravo

09/02/2014 07:32 - Atualizado em 09/02/2014
Ana Flávia Gussen - Hoje em Dia


Minas Gerais é o terceiro estado com maior número de empregadores envolvidos em trabalho considerado escravo no Brasil. A chamada “lista suja” da escravidão mostra que pelo menos 46 empresas e pessoas físicas mantêm seus funcionários em condições degradantes. O crime tem pena prevista de dois a oito anos de prisão, mais multa. Só que, de acordo com a Procuradoria Geral da República, desde 2010 ninguém cumpriu pena.

A maior parte das autuações foi registrada no Norte de Minas, segundo dados do Ministério do Trabalho. Lá, pelo menos 9 empregadores mantêm ou mantiveram quase 150 pessoas em condições análogas à escravidão. A maior parte dessas pessoas trabalha com extração de carvão vegetal e de madeira.

Ainda de acordo com a “lista suja”, atualizada no último dia 28, o maior flagrante em Minas ocorreu em uma fazenda no Triângulo mineiro. Foram encontradas 207 pessoas em um canavial onde eram mantidas em condições de escravidão.

Já na região metropolitana de Belo Horizonte, a maior parte dos casos envolve construtoras, empresas metalúrgicas e fábricas de roupas. Em novembro passado, um grupo de bolivianos foi resgatado em um alojamento em Ribeirão das Neves, região metropolitana, onde estavam há sete meses.

Ainda no ano passado, seis pessoas foram resgatadas em um galpão de uma grande construtora na capital. De acordo com o Ministério do Trabalho, as construtoras respondem por 66% das autuações feitas no País. As fazendas e confecções aparecem em segundo lugar.

Os flagrantes feitos em Minas envolvem ainda fazendas de extração de carvão mineral, plantio de morangos, segurança privada, plantio de cana de açúcar, gado bovino, plantio de café, pecuária, metalurgia e seringueiros. A “lista suja” possui 579 nomes de empregadores em todo País.

Investigações

Um balanço divulgado pela Procuradoria Geral da República (PGR) coloca Minas como o segundo estado com maior número de investigações referentes à escravidão no Brasil. Ao todo estão correndo 174 inquéritos instaurados pela procuradoria federal.

Minas Gerais, Pará, São Paulo e Mato Grosso respondem por quase a metade de todas as investigações em andamento. São 729 inquéritos de um total de 1.480 envolvendo todos os estados, o que corresponde a 49% do total. Os dados foram divulgados no Dia Nacional de Combate ao Trabalho Escravo.

Além das investigações que correm sob responsabilidade do Ministério Público Federal, nos últimos três anos foram abertas 469 ações penais, que estão em andamento.


Procuradoria criou campanha para agilizar julgamentos
A demora na tramitação dos processos contra pessoas físicas e jurídicas, que mantiveram funcionários em situação análoga à escravidão, levou a Procuradoria Geral da República (PGR) a lançar uma campanha. O objetivo é pedir a colaboração da Justiça para o encerramento dos processos, além de voltar a acompanhar as fiscalizações realizadas pelo Ministério do Trabalho e Emprego.

A campanha foi lançada em comemoração ao Dia Nacional de Combate ao Trabalho Escravo. Também serão veiculadas propagandas de televisão e rádio, cartazes, banners e peças informativas para esclarecer a população sobre o assunto e mostrar que ainda existe escravidão no Brasil.

O tema foi definido com os membros do Grupo de Trabalho Escravidão Contemporânea, da 2ª Câmara do MPF, responsável pela definição da política criminal de combate as formas de escravidão praticadas nos dias atuais.

Artigo 149

Nos últimos anos, o Ministério Público Federal (MPF) tem intensificado esforços para garantir maior eficiência na punição do trabalho escravo. Desde 2010, os procedimentos extrajudiciais instaurados aumentaram em mais de 800%.

Já as ações penais autuadas quase dobraram. Ambos relativos ao crime tipificado no artigo 149 do Código Penal.

Além da situação degradante, os empregadores que praticam o crime de escravidão costumam usar de artifícios como retenção de documentos, coação moral, cobrança de aluguéis e cobrança de preços abusivos nos alimentos fornecidos para subsistência como formas de verdadeira prisão imposta aos trabalhadores. (Com agências)




Lojistas preparam contra-ataque para evitar prejuízos na Copa


A quatro meses da Copa do Mundo, comerciantes que tiveram perdas milionárias devido ao vandalismo durante as manifestações em junho de 2013 traçam estratégias para não sofrer prejuízos no Mundial. Instalação de placas de aço para proteger imóveis e contratação de segurança armada estão entre as medidas adotadas.
 
A esperança deles é a de que os protestos de 2014 sejam pacíficos, como organizadores de alguns movimentos prometem. Mas, precavida, parte do empresariado pretende entrar com petição na Justiça, às vésperas da Copa, pedindo ao Estado garantia de proteção. 
 
Há quem ainda avalie se vai reabrir o estabelecimento. É o caso da Kia Automark, na avenida Antônio Carlos, na Pampulha. 
 
A concessionária foi incendiada durante os manifestos, com prejuízo de R$ 4 milhões, e está fechada para reforma há sete meses. Larissa Lopes, gerente de marketing do grupo, diz que não há previsão nem certeza de reabertura.
 
Quem conseguiu se reerguer após a confusão teme o pior. A Forlan Ford, na mesma avenida, planeja reforçar a estrutura de um lote ao lado da loja, no número 3.860 da Antônio Carlos, onde os carros ficarão guardados bem longe da rua. “Vamos colocar chapa de aço até na altura que der”, diz Salvino Pires Sobrinho, diretor do grupo.
 
A concessionária foi atacada em dois dos três grandes atos em 2013, danos que chegaram a R$ 400 mil. Sem falar no lucro que a loja deixou de ter nos quatro dias de reforma. 
 
“Ainda não sei o que faremos. Só pensei em contratar seguranças armados para os dias de jogo. Não vejo o Estado nos ajudar. O jeito é nos precaver por conta própria”, afirma Alexandre Alpino, um dos sócios da Dunas Piscinas, que teve R$ 20 mil de prejuízo com o vandalismo.
 
Grupos prometem ordem e protesto
 
Movimentos sociais que articulam manifestações em BH durante a Copa do Mundo garantem planejar atos pacíficos. Para Fidélis Alcântara, membro do Comitê Popular dos Atingidos pela Copa (Copac), a preocupação dos manifestantes é com a polícia. Pesquisa da Fundação Getúlio Vargas (FGV), divulgada esta semana, mostrou que as forças de segurança sentem-se despreparadas para lidar com os protestos: 64% dos policiais ouvidos no país assumem não ter treinamento adequado para lidar com a situação.
 
“Os protestos ocorreram sem brigas até a polícia enfrentar os manifestantes. O comando colocou os militares em um beco sem saída, uma vez que eles foram destacados para uma situação para a qual não estão preparados. E este ano a população está mais indignada. O movimento será maior”, afirma Fidélis. 
 
O filósofo Paulo Rocha, membro da coordenação de comunicação da Assembleia Horizontal de BH, também critica a ação policial. “Quanto mais operarem na repressão, mais as manifestações vão aumentar”.
 
Salvino Pires Sobrinho, da concessionária Forlan, afirma apoiar as manifestações. “Se não houvesse Black Bloc, até torceria para esses atos serem maiores. Mas, pelo que vimos no ano passado, não sabemos como será a Copa do Mundo”.
 
Para 2014, há mais uma preocupação. As estações do BRT (Move) ao longo da avenida Antônio Carlos podem se tornar alvo dos radicais. 
 
Em nota, a BHTrans informou que a vigilância dos bens públicos conta com apoio da Guarda Municipal e da Polícia Militar. Além disso, em 21 de janeiro foi homologada licitação para contratar a empresa para serviços de segurança 24 horas nas estações.
 
CDL-BH defende punição exemplar
 
As manifestações durante a Copa do Mundo 2014 serão discutidas com comerciantes em reuniões sobre segurança na Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL-BH). Eles reivindicam que seja resguardada a integridade do patrimônio e dos comerciantes. 
 
“Se não houver segurança para a população que mora aqui, como haverá para os que vierem acompanhar o evento mundial?”, questiona Bruno Falci, presidente da entidade. 
 
Para ele, o Estado pode tirar uma lição do desgate gerado durante a Copa das Confederações. “E não deixar repetir o que houve no ano passado agora”.
 
Falci diz que a entidade não é contra os atos. “A manifestação pacífica é muito bem-vinda. Desordeiros, no entanto, devem ter punição exemplar dentro da lei”.

Manhuaçu: Lixo hospitalar da rede municipal de saúde jogado a revelia no lixão?

O descarte irregular de lixo hospitalar é crime ambiental grave e pode estar ocorrendo sem controle em Manhuaçu


Nos últimos meses de 2013, muitas denúncias sobre mals tratos aos animais do canil municipal de Manhuaçu, motivaram uma visita da reportagem do MinasNoticias.com ao local. No dia escolhido o canil estava fechado e nossa reportagem não teve naquela oportunidade como averiguar as denúncias. Porém, foi encontrado algo ainda mais grave. 

Para aqueles que desconhecem o local, o canil de Manhuaçu está situado ao lado do lixão municipal. E, nessa visita nossa reportagem pôde registrar diversos itens, lixo hospitalar descartado de forma irregular, sem os devidos cuidados, como se fosse lixo comum.

Segundo a  norma 307 da ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) que regulamenta o correto procedimento a ser realizado com relação aos lixos hospitalares e sua destinação. Todo o material especificado como lixo hospitalar deve ser devidamente condicionado em embalagens específicas para a sua destinação correta, e classificado da seguinte forma:
Resíduos especiais – Abrange os materiais farmacêuticos, químicos e radioativos;

Resíduos comuns ou gerais – São materiais oriundos de áreas administrativas, como sucatas, embalagens reaproveitáveis, resíduos alimentares, etc.;

Resíduos infecciosos – Compreendem os materiais que contenham sangue humano, materiais perfurocortantes, resíduos de diagnósticos, biopsias e amputações, resíduos de tratamentos como sondas, drenos e gazes, material patológico, dentre outros.

O correto condicionamento, assim como a destinação dos resíduos hospitalares deve ser realizada da seguinte forma:
Grupo 1 – Os materiais radioativos dispõem de regulamentação própria do CNEN (Comissão Nacional de Energia Nuclear) e seu procedimento deve ser feito de acordo com essa especificação, porém, é importante ressaltar que os hospitais são os responsáveis por sua destinação final. Os materiais farmacêuticos devem ser devolvidos aos fabricantes, sendo os próprios fabricantes os responsáveis por sua correta destinação final.
Grupo 2 – Plásticos, metais, papel, papelão, vidros, assim como os demais materiais recicláveis devem receber embalagens próprias de acordo com o tipo de material e sua destinação é a reciclagem interna no próprio hospital ou a entrega como sucata para postos de reciclagem.
Grupo 3 – Os materiais perfurocortantes devem ser alocados em caixas de papelão específicas para esta finalidade. Os demais resíduos devem ser colocados em sacos plásticos brancos, sempre identificados de forma visível com o símbolo de material infectante em sua parte frontal. A Destinação final desses materiais é a incineração ou o depósito em aterro sanitário através de sistema de coleta especial.


Desrespeito ao Meio Ambiente

Após registrar as cenas do descaso contra o meio ambiente, o Ministério Público de Minas Gerais foi procurado por nossa reportagem afim de conhecer as medidas pertinentes ao caso. Um representante do Ministério Público, informou que já corre uma ação popular tratando do tema. O Ministério Público já notificou a Prefeitura Municipal de Manhuaçu sobre o caso e aguarda por uma resposta oficial.
Poucos dias depois, retornamos ao lixão municipal e não encontramos naquele dia resíduo hospitalar no local de antes. Mais uma visita ao local foi feita, dessa vez durante um fim de semana e encontramos novos lotes de lixo hospitalar. 

Diante da repetição do descarte de lixo, a reportagem procurou o vereador Gilson César, presidente da Comissão de Saúde da Câmara Municipal de Manhuaçu e relatamos o encontrado.
O vereador Gilson César, informou ter recebido diversas denúncias sobre o caso e já havia solicitado da Vigilância Sanitária, esclarecimentos sobre a coleta e destinação do lixo hospitalar do município de Manhuaçu.

Em nota a Secretaria Municial de Saúde e a Vigilância Sanitária, informaram simplesmente, que o tratamento e destinação do lixo hospitalar, por parte das empresas privadas que atuam em todo o município estão de acordo com a legislação. Porém, no setor “público” o processo é um pouco mais lento e “estaria ainda, em fase de implantação”. Mas, que a Secretaria Municipal de Saúde já havia elaborado um plano para as Unidades de Saúde e construção de abrigos temporários para o resíduo proveniente da rede municipal.

Diante das respostas evasivas, o Presidente da Comissão de Saúde protocolou no fim de dezembro, um novo ofício cobrando detalhes do plano elaborado para as Unidade de Saúde e o prazo para sua implantação. Cobrou ainda informações sobre a construção dos “abrigos temporários”, como por exemplo onde eles estariam sendo construídos e quais os equipamentos necessários para atender  a essas necessidades.

Ano Novo, secretário novo

A pouco mais de um mês,  o Chefe do Executivo Municipal, Nailton Heringer afirmou que a saúde pública de Manhuaçu atende mensalmente  cerca de 400 mil pessoas ("Não tem desgaste político" diz novo secretário de Saúde de Manhuaçu).

A informação foi divulgada durante anuncio de seu novo secretário de Saúde, que deixou bem claro suas ambições a frente da secretaria. “Essa mudança não vai ter nada que vá surpreender tanto. Que vá trazer tanta novidade. Eu apenas vou dar continuidade a uma coisa que nós já vínhamos observando, conversando, alinhavando para que não haja nenhuma alteração significativa para impactar essa mudança” pontuou o José Rafael.

Nesta semana, a reportagem do MinasNoticias.com, teve acesso a resposta emitida pela Secretaria Municipal de Saúde e pela Vigilância Sanitária. A nota é assinada pelo secretário, José Rafael de Oliveira Filho e pela coordenadora Maria Lúcia G. D. Rocha e vêm trazer ao conhecimento da sociedade, parte das premissas para as políticas públicas da Saúde de Manhuaçu.
A nota responde, que o setor privado de saúde em Manhuaçu atende todas as exigências da legislação vigente. Tendo apresentado toda documentação necessária para receber o seu alvará de funcionamento. Ao total, cinco empresas especializadas no recolhimento e destinação adequada dos resíduos médico/hospitalar atendem a rede privada de saúde. São elas: Colefar, Serquio, Ambiental, Pró Ambiental e Ecolife, sendo a última estabelecida no município de Manhuaçu.


A culpa é do Governo Anterior
A nota explica que o Plano de Gerenciamento de Resíduos de Serviços de Saúde (PGRSS) da Secretaria Municipal de Saúde de Manhuaçu, está confeccionado desde 2012. Nesse mesmo ano, durante o Governo anterior, foi enviado para a Casa Legislativa um projeto solicitando a criação de cargos específicos para implantação do PGRSS. Porém o projeto fora rejeitado pelos vereadores na referida ocasião.

Segundo informado pela nota, ainda em 2012, foi construído um abrigo temporário para o lixo hospitalar da rede municipal.  E, que o abrigo fica anexo a farmácia, no prédio da Secretaria Municipal de Saúde, piso abaixo do CAPS AD.

Há desde então, um acordo entre a Secretaria Municipal de Saúde e o SAMAL, para que um veículo da Secretaria e um funcionário da autarquia recolham o lixo hospitalar das 
Unidades Municipais de Saúde e o direcionem para o abrigo temporário.
A nota se encerra informando que todo levantamento e documentação necessárias para realizar uma licitação afim de contratar empresa especializada estão prontas. A nota não citou porém, quando esta licitação deverá ser realizada.
Perguntas demais e respostas de menos
 Para dar fim ao lixo hospitalar, a norma da ANVISA é bem clara, o destino final desses materiais é a incineração ou o depósito em aterro sanitário.
Atualmente o Município de Manhuaçu não possuí aterro sanitário, o tema foi inclusive debatido essa semana em um encontro realizado entre o Prefeito Nailton e outros prefeitos da região. O que nos leva a perguntar: Estaria Manhuaçu armazenando lixo hospitalar em seu “abrigo temporário” nos últimos dois anos? Se o município não possui aterro sanitário, para onde esse lixo é levado, ou estaria sendo queimando no aterro municipal?
A postura da Câmara Municipal
O vereador Gilson César, presidente da Comissão de Saúde, informou que diante das várias denúncias recebidas está tomando as devidas providências pertinentes ao caso. A comissão de Meio Ambiente, também está tomando as medidas cabíveis. A informação foi passada através do vereador Juninho Linhares, que faz parte desta comissão. O vereador esteve na segunda-feira(03) no lixão e também encontrou o resíduo hospitalar.
Esclarecimentos da Prefeitura

O MinasNoticias.com entrou em contato com a Secretaria Municipal de Comunicação Social e solicitou fotos do depósito temporário de resíduos sólidos, do veículo utilizado pela Secretaria Municipal de Saúde para coleta do lixo hospitalar e também do equipamento de segurança usado pelo servidor do SAMAL, para realizar esta atividade.
Até o fechamento desta matéria, a Secretária não se pronunciou

Polícia Militar impede roubo a agência do Sicoob em Manhuaçu


Menor quebrou um blindex e entrou na agência

Na madrugada de hoje(07), durante patrulhamento pelas ruas, uma equipe da Polícia Militar de Manhuaçu surpreendeu um adolescente tentando roubar a agência do Banco Sicoob, no bairro Santo Antonio (próximo ao estádio JK).
O jovem, atirou um paralelepipedo (tijolo de rua) em uma das paredes de vidro (blindex) no interior da agência e fui surpreendido pelos militares quando entrava no local

O  adolescente foi apreendido em flagrante e levado a para Delegacia de Manhuácu juntamente com seu representante legal para demais medidas. da Redação MinasNoticias.com

Motorista tem a mão arrancada em acidente na BR 116

Acidente aconteceu próximo ao Posto da Polícia Rodoviária Federal.

Motorista tem a mão arrancada em acidente na BR 116
No início da noite de quinta-feira (6), por volta das 19 horas, um grave acidente parou o trânsito na BR 116, entre as cidades de Miradouro e Fervedouro, próximo ao Posto da Polícia Rodoviária Federal. As informações passadas por alguns motoristas foram de que o acidente possivelmente foi ocasionado devido à obra de recapeamento do asfalto, que tem deixado muitas pedras pelo asfalto, o que pode ter feito o motorista da carreta se deslocar para a contramão e atingir o automóvel Ford Focus com placa de Barbacena – MG.
No automóvel estava um senhor que teve a mão arrancada com o impacto do acidente, e foi socorrido as pressas para um hospital da região.  A Polícia Rodoviária federal fez o registro do acidente e a Perícia Técnica também esteve no local e realizou os trabalhos de praxe, para posteriormente apurar os fatos. Da redação MinasNoticias.com/ Interligado Online/
Fotos de  Bruna Ribeiro Sales

Seguidores